Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Buscas no Site
Buscar
Em     
>> Usuário não cadastrado <<
domingo,
4 de dezembro de 2016
Atualizado em: 19/11/2016
     
Fraudes em operações ilícitas ou suspeitas
Exemplo de falsos Dinars do IRAQ usados em golpes




Em baixo uma cópia de uma nota Iraquiana de 250 dinars da época de Saddam, falsa mas muito parecida com a verdadeira (tenho o original dela). Esta nota era fácil de se encontrar no Brasil nas mãos de fraudadores e picaretas variados que tentavam sobretudo o esquema do "câmbio".

Em seguida uma cópia da verdadeira nota Iraquiana de 250 Dinars (modelo emitido em 1995). A "marca de água" (uma cabeça de águia), que na realidade é uma impressão e não uma verdadeira marca de água, aqui é impressa em diversas camadas de cores e muitas vezes difícil de se ver, diferentemente da falsa onde a impressão é uma cor só bem marcada. Além disso a nota toda é em várias cores e não em tons das mesmas cores (azul e/ou cinza, normalmente) como a falsa. Note-se que, mesmo a verdadeira nota, não tinha conversibilidade praticamente em nenhum país do mundo e portanto o valor dela era difícil de se estabelecer.
Para ter um parâmetro, a nível de curiosidade, pode-se dizer que antes da guerra do golfo 250 dinars valiam algo por volta de 1.000 (mil !!) dólares americanos. Até logo antes da queda de Saddam, se encontraram estas notas de 250 dinars (verdadeiras), para fins de coleção, por 3 dólares cada uma. A possibilidade de se fazer "negócios" com elas era extremamente limitada (para não dizer nula).

Desde a queda do regime de Saddam Hussein foram apreendidas inúmeras notas falsas e foram descobertas tipografias especializadas na impressão de grandes quantidades de notas de Dinars falsas (na foto abaixo, uma destas apreensões em uma tipografia clandestina em Bagdá), sobretudo das de 250 Dinars. Isso, por causa da escassa qualidade e segurança destas notas, existia já bem antes da queda do regime, mas só foi à público quando os americanos deram maior liberdade ao sistema de notícias e informações do IRAQ.

Face aos problemas de falsificação e por obvias razões políticas, o novo governo do IRAQ decidiu, na primeira metade de outubro de 2003, destruir todas as notas de Dinars com a imagem de Saddam Hussein (na foto abaixo, a destruição de notas na sede do BC do IRAQ). As notas foram substituídas por novas, de melhor qualidade, mais seguras e com novas imagens ligadas à história antiga do país. É importante ressaltar que os possuidores de notas antigas com a imagem de Saddam tinham três meses para troca-las junto ao banco central do IRAQ, depois deste prazo as notas antigas ficaram sem nenhum valor.

Inicial  Anterior 


Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados.   Design by D.Al. Eventos | "O Monitor" | Humor | Mapa do Site | Estatísticas | Contatos | Aviso Legal | Principal