Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Buscas no Site
Buscar
Em     
>> Usuário não cadastrado <<
sábado,
3 de dezembro de 2016
Atualizado em: 19/11/2016
     
Fraudes no Comércio, C.D.C. e B2B
Exemplos de notas e moedas brasileiras falsas




Em seguida alguns exemplos de notas brasileiras falsificadas, a confronto com as versões autênticas das mesmas. Em alguns casos as imagens não mostram suficientemente bem as diferenças, mas a finalidade principal é simplesmente apresentar exemplos práticos pra que se entenda que o problema existe e não é desprezível e nem de simples solução.

Como exemplo clássico de nota falsificada, estou usando a nota de 50 R$, muito fácil de se encontrar em circulação. Nos exemplos abaixo a nota falsa é confrontada com uma verdadeira. Na comparação a cédula falsa sempre se encontra na parte superior e a verdadeira na parte inferior.
Nos exemplos são salientados detalhes de segurança falhos na nota falsa para se entender como deve ser verificada uma nota.
Um detalhe, às vezes pouco visível em alguns exemplos, é a diferença de cor. Tem ainda outros detalhes quais relevos da impressão, resolução e características físicas do papel e da nota que são falhos na nota falsa mas não podem ser mostrados com simples imagens.
Para começar um confronto das marcas d'água ... são dois rostos diferentes, sem contar a qualidade e definição !!

Agora confrontamos os fios de segurança ... na falsa nem se trata de um fio mas parece uma impressão mal feita e toda serrilhada, na verdadeira nota-se a uniformidade e perfeição da linha !!

Nestes próximos exemplos o que vale notar é a qualidade da impressão e os detalhes da mesma, tanto nas escritas quanto nos desenhos, que são bem falhos e pobres em detalhes, definição e qualidade na nota falsa.

Para terminar uma visão global da frente e do verso da nota de 50 Reais falsa e da verdadeira (que é sempre a de baixo).

A seguir um outro exemplo com notas de 5 reais, uma falsa (de cima) e uma verdadeira (de baixo), em comparação. Note-se a ausência da marca d'agua (bandeira) na nota falsa, um exemplar produzido provavelmente com impressora a jato de tinta.


Moedas Brasileiras verdadeiras e falsas

As moedas mais freqüentemente falsificadas são as de 50 centavos e 1 Real da segunda série (ou seja as emitidas a partir de 1998, no padrão bicolor para as moedas de 1 R$).
Em 2002 mudou o material utilizado para a fabricação destas moedas, sendo as novas mais brilhosas.
É bastante difícil a identificação de moedas falsas sendo que a simples conferência de magnetismo da moeda não é suficiente pois, dependendo do ano de produção e do material utilizado, algumas moedas são magnéticas e outras não.
A conferência do peso das moedas é um dos primeiro passos na verificação da autenticidade, em seguida deve ser conferido o tipo e qualidade da cunhagem e os detalhes do desenho (eventualmente com lupa). O tipo de metal utilizado, em associação ao ano de emissão cunhado, pode fornecer outro indício.
As características das moedas em questão são as seguintes:

Moedas de 1 R$ (bicolor):
  • de 1998 até 2001, material NÃO magnético e NÃO brilhoso, peso 7,84 gr.
  • a partir de 2002, material magnético e brilhoso, peso 7,00 gr.
Moedas de 0,50 R$:
  • de 1998 até 2001, material NÂO magnético e NÃO brilhoso, peso 9,25 gr.
  • a partir de 2002, material magnético e brilhoso, peso 6,80 gr.
Todas as demais moedas de frações de Real em circulação, são magnéticas por serem de aço inoxidável ou de aço eletrorrevestido.


Inicial  Anterior  Próxima  Última 


Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados.   Design by D.Al. Eventos | "O Monitor" | Humor | Mapa do Site | Estatísticas | Contatos | Aviso Legal | Principal