Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Buscas no Site
Buscar
Em     
domingo,
11 de dezembro de 2016
Atualizado em: 19/11/2016
     
Fraudes Financeiras e Comerciais
Golpes com Contas Bancárias Anônimas ou Numeradas

Alavancas: Ignorância Técnica, Ingenuidade, Irracionalidade, Gostinho do "Exclusivo"



Se trata de um golpe clássico que se apresente em diversas variantes. O conceito de base é atrair um investidor ou outra pessoa/empresa que por alguma razão tenha interesse em colocar (ou esconder) dinheiro numa conta anônima (Anonymous Bank Account) ou numerada, junto a algum banco sediado no exterior. Vale mencionar que, neste tipo de golpe, frequentemente são usados bancos reais e conhecidos (diferentemente da variante envolvendo "bancos fantasmas"), que porém nada tem a ver com a estruturação do golpe.

Os golpistas, se apresentando como consultores ou as vezes como agentes/representantes do próprio banco estrangeiro, oferecem uma série de facilidades entre as quais uma das mais relevantes é a eliminação de etapas burocráticas de identificação ou seja dos procedimentos de KYC (Know Your Customer) que todos os bancos sérios exigem, mesmo em países com elevado grau de sigilo bancário e mesmo em relação a contas anônimas ou numeradas.

Na prática, os golpistas se aproveitam de ingenuidade ou escassos conhecimentos operacionais das vítimas/clientes para fazer com que estes acreditem ser possível a abertura de uma conta totalmente anônima, sem necessidade de se identificar nem, as vezes, de assinar qualquer documento relevante ou formulário.

Na realidade os golpistas, na maioria dos casos, usam contas em nome de empresas controladas por eles, fornecem depois os dados destas contas para os clientes (as vezes justificando a necessidade de usar uma sub-conta para manter o anonimato), e esperam que seja enviado o dinheiro. Uma vez que isso acontecer simplesmente se apossam do dinheiro, sendo que eles tem o controle de tal conta, e deixam o cliente sem muitas possibilidades de ação.

Vale ainda lembrar que, ao operar desta forma, existe o sério risco de se envolver em operações que tipificam o crime de lavagem de dinheiro (que hoje em dia existe na legislação da maioria dos países do mundo), além de poder facilmente perder o patrimônio movimentado.

Ademais, ao entrar em operações deste tipo, o cliente/vítima entrará num circulo que de fato lhe impedirá de realizar qualquer tipo de denúncia ou ação legal para tentar recuperar seu dinheiro, sendo que, além de não ter qualquer comprovação de titularidade da conta usada, as operações serão provavelmente realizadas através de canais ilícitos (doleiros, cabo etc...) caracterizando por si só um crime a cargo do cliente/vítima, que assim não poderá fazer nada sob pena de se auto-denunciar.

Vale ainda lembrar que os bancos do mundo inteiro exigem a identificação pessoal do titular ou responsável da empresa para abertura de uma conta em nome de pessoa jurídica (mesmo que protegida, numerada, anônima etc...). Isso que dizer que se você for o acionista/controlador de uma empresa mas não se identificar na hora da abertura de uma conta em nome de tal empresa, você de fato nunca terá real controle sobre aquela conta.

Existem ainda casos nos quais os golpistas simplesmente falsificam documentos e formulários bancários, para deixar o cliente/vítima acreditar que esteja abrindo uma conta legítima e sob seu controle. Depois eles realizam abertura de sub-contas ou outras operações em nome de entidade controladas por eles e, quando o cliente realizar transferências, se apossam do dinheiro sem problemas.

Em alguns casos os golpistas chegam ao requinte de fornecer dados de acesso via internet (de contas sobre as quais eles tem o real controle). O cliente/vítima, verificando que realmente tem acesso a conta, se tranquiliza e transfere seu dinheiro para descobrir, no dia seguinte a transferência, que a senha de internet mudou e/ou que o dinheiro foi sacado integralmente.
CAPÍTULO  Anterior -  Próximo


Login
Usuário:
Senha:
     
Patrocínios





NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados.   Design by D.Al. Eventos | "O Monitor" | Humor | Mapa do Site | Estatísticas | Contatos | Aviso Legal | Principal