Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Buscas no Site
Buscar
Em     
quinta-feira,
8 de dezembro de 2016
Atualizado em: 19/11/2016
     
Pequenos Golpes Populares
Golpe do "novo amor" ou parceiro perfeito

Alavancas: Ingenuidade e Escassa Atenção, Irracionalidade, Necessidade



Este golpe tem muitas variantes e sobretudo existe na versão “masculina” e na versão “feminina”. Pelas minhas estatísticas, até o momento, é um pouco mais freqüente na versão “masculina” (ou seja onde o golpista é homem e as vítimas são mulheres). Existem ainda casos bastante freqüentes de golpes deste tipo aos danos de homossexuais.

O conceito é muito simples. O golpista (homem ou mulher) seleciona uma ou mais vítimas (vi casos onde um único homem estava aplicando o golpe em 5 mulheres ao mesmo tempo) que, normalmente, devem ter as seguintes características:
  • Estar bastante carentes de um ponto de vista afetivo.
  • Morar sozinhas e/ou ter independência.
  • Possuir certo patrimônio em dinheiro, imóveis, bens ou renda (inclusive por trabalho).
Vítimas com caráter pouco forte são preferidas assim como pessoas com algum tipo de problema (inclusive de ordem psicológica) que limite suas capacidades de tipo social.

O objetivo é fazer a vítima se apaixonar pelo golpista, o qual também deixará acreditar estar muito envolvido emocionalmente. Ele será sempre bonito ou sensual, carinhoso, gentil, atencioso, disponível etc ... De forma geral, por se tratar de um golpista, terá capacidade de moldar seu perfil para melhor atender as expectativas e desejos da vítima. Eventualmente o golpista passará a morar junto com a vítima, em tempo integral ou parcialmente com alguma desculpa (mãe doente, trabalho etc...). Pode até propor ou vislumbrar a possibilidade de um casamento. Se alguém da família ou dos amigos da vítima suspeitar ou ficar contra ele, fará de tudo para desmoralizar esta pessoa e afastar a vítima dela.
Uma vez construído e consolidado o envolvimento emocional iniciarão a aparecer os verdadeiros objetivos, ou seja tentar desviar patrimônio e dinheiro com as mais variadas modalidades e desculpas. Aparecerão histórias sobre doenças dele ou de familiares queridos, problemas com esposas ou filhos de relacionamentos anteriores, dívidas e/ou agiotas cobrando de forma radical, novos negócios (furados) nos quais quer envolver a/o “amada/o” etc...
Para tanto proporá a venda de apartamentos ou outros bens, o saque de poupanças, a tomada de financiamentos em nome da vítima etc... poderá chegar até a se aproveitar do acesso à casa da vítima para roubar jóias e outros valores.

Uma vez conseguidos os objetivos, ou seja tomar tudo o possível, o/a golpista arrumará uma desculpa para se afastar ou simplesmente desaparecerá.

Já foram registrados casos deste tipo com epílogos violentos ou até fatais.

Os lugares onde estes golpistas “caçam” suas vítimas, são bastante variados; sistemas tipo Orkut e Facebook e salas de “Bate-Papo” na internet, boates e bailes e, quem diria, até igrejas.
CAPÍTULO  Anterior -  Próximo


Login
Usuário:
Senha:
     
Patrocínios





NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados.   Design by D.Al. Eventos | "O Monitor" | Humor | Mapa do Site | Estatísticas | Contatos | Aviso Legal | Principal