Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Buscas no Site
Buscar
Em     
domingo,
11 de dezembro de 2016
Atualizado em: 19/11/2016
   
Pequenos Golpes Populares
Golpe do Falso Sorteio por telefone ou celular

Alavancas: Ganância, Ignorância Tecnológica e Operacional, Ingenuidade, Credulidade e Escassa Atenção, Outras Pressões/Urgências



Este é outro da nova safra, tipicamente brasileira, de golpes realizados sobretudo por presos ou facções criminosas.
Existem numerosas variantes deste golpe que tem como finalidade principal, normalmente, fazer com que a vítima compre alguns cartões de recarga de celulares pré-pagos e repasse os códigos para os golpistas.

Entre as histórias e desculpas mais utilizadas pelos golpistas, para conseguir seus objetivos, vale mencionar:
  • Falsas promoções e concursos de companhias telefônicas (sobretudo as de celulares TIM, Oi, Claro, Vivo...).
  • Falsos concursos e sorteios de grandes empresas como Nestlé, Coca-Cola, Bradesco, Itaú, Caixa Econômica, Volkswagen, Ford etc.. Neste caso, muitas vezes, o suposto prêmio é um carro. Para ter direito ao prêmio a vítima precisa fornecer em curto prazo de tempo, entre outras coisas (embalagens, códigos de barras de produtos...), os números dos cartões pré-pagos.
  • Falsos sorteios e concursos de redes televisivas, sobretudo do SBT e empresas coligadas (Baú, organizações Silvio Santos...).
  • Supostos telefonemas de assistência técnica das empresas de telefonia celular etc...
Em alguns casos os golpistas misturam as desculpas acima, criando por exemplo falsos concursos em conjunto entre SBT e Nestlé ou entre Coca Cola e TIM (ou até todas estas empresas juntas), com comunicação da premiação via celular.
Em todos os casos em que a desculpa for um sorteio os prêmios sempre são muito interessantes, carros, casas, aparelhos celulares de última geração e dinheiro.

Muito freqüente a comunicação do suposto sorteio através de mensagem no celular da vítima, neste caso vindo de outros celulares (comuns os com prefixo 085 e 021).
Freqüente também a indicação do número de contato, para maiores informações, como número "gratuito", quando na realidade é um celular e a ligação é paga.
Ligando de volta de um telefone doméstico se entregará a própria identidade aos bandidos, sendo que eles identificarão o telefone de origem.
Em outros casos o primeiro contato é através de uma ligação, muitas vezes "a cobrar", quase sempre vindo de um telefone celular ou com número não identificado.

É importante lembrar que, de posse dos números dos cartões de recarga, os golpistas poderão utilizar os créditos comprados pela vítima e recarregar seus próprios celulares.

A polícia informa que a grande maioria destes golpes tem como finalidade abastecer de créditos celulares utilizados por criminosos dentro das prisões.

Foram registrados casos nos quais os golpistas pediram também o depósito de algum valor a título de impostos, taxa de cadastro, protocolo, processamento, doação (beneficência) etc..., quase sempre como condição para liberação dos supostos prêmios.

Caso seja vítima deste golpe denuncie imediatamente o ocorrido à polícia, fornecendo eventualmente os números dos cartões de recarga fraudados e o telefone de onde se originou a ligação.
Pode também tentar entrar em contato com a companhia telefônica e explicar o ocorrido solicitando o bloqueio dos cartões de recarga para posterior reembolso ou re-emissão.

Exemplos de mensagens sobre falsos sorteios recebidas em celulares.


CAPÍTULO  Anterior -  Próximo


Login
Usuário:
Senha:
     
Patrocínios





NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados.   Design by D.Al. Eventos | "O Monitor" | Humor | Mapa do Site | Estatísticas | Contatos | Aviso Legal | Principal