Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Buscas no Site
Buscar
Em     
quinta-feira,
8 de dezembro de 2016
Atualizado em: 19/11/2016
   
Pequenos Golpes Populares
Falsa "Recolocação" e outros golpes contra desempregados




AJUDA. O que fazer se caiu num golpe deste tipo ?


As fraudes contra desempregados, e em particular o famoso golpe do “emprego garantido” para o qual é necessário pagar algum valor adiantado por alguma razão, são bastante difíceis de serem combatidas e requerem bastante dedicação e trabalho.

Como sempre a informação preventiva seria a melhor arma, mas isso não é o que acontece na prática. As pessoas no desespero para achar um emprego ou na ganância para ter um salário melhor, acabam caindo com certa facilidade nestes golpes.

A primeira atitude a ser tomada, uma vez percebida a fraude, é a de notificar imediatamente a empresa golpista quanto a desistência do serviço oferecido e a solicitação de reembolso. É sempre muito útil poder produzir provas do que eles prometeram na prática (sempre diferente do que está escrito no contrato) quais documentos, gravações, testemunhas etc...

Caso não haja acordo em breve tempo é oportuno realizar os seguintes passos:
  1. Fazer um BO detalhado na polícia, de preferência em uma delegacia especializada em estelionatos.
  2. Tentar entrar em contato com outras vítimas da mesma empresa, eventualmente esperando quando estas saírem do endereço da empresa, e propor uma ação conjunta na justiça.
  3. Informar o Ministério Publico estadual do ocorrido e juntar todas as declarações e denúncias das demais vítimas encontradas.
  4. Publicar uma denúncia detalhada do ocorrido em todos os fóruns e sites de denúncias (uma boa opção, entre as outras, é nosso fórum aberto).
  5. Abrir um procedimento junto ao Procon.
  6. Comunicar a todos os meios de imprensa (jornais, revistas, TVs e rádios) o ocorrido, se necessário anexando cópias dos Boletins de Ocorrência de todas as vítimas.
  7. Solicitar por escrito, ao banco ou operadora, o bloqueio do pagamento de eventuais parcelamentos no cartão e sustar eventuais cheques pré-datados, anexando o BO como justificativa.
Em todos os casos ter o acompanhamento de um bom advogado é sempre recomendável, melhor ainda se for contratado em conjunto com outras vítimas.

Lembrem-se que a última coisa que estas empresas fraudulentas querem é publicidade pois sabem que a informação preventiva e maciça acabaria com o negócio deles, por isso muitas vezes preferem negociar um acordo do que ver o nome deles exposto de forma extensiva.

Em força do valor mediamente modesto das perdas não é recomendável contratar os serviços de empresas especializadas em recuperação de perdas por fraudes.
CAPÍTULO  Anterior -  Próximo
Próxima  Última 


Login
Usuário:
Senha:
     
Patrocínios





NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados.   Design by D.Al. Eventos | "O Monitor" | Humor | Mapa do Site | Estatísticas | Contatos | Aviso Legal | Principal