Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Buscas no Site
Buscar
Em     
domingo,
4 de dezembro de 2016
Atualizado em: 19/11/2016
     
História e características dos Cartões de Crédito
Características e detalhes da Banda Magnética




A faixa escura no verso dos cartões de crédito chama-se banda magnética. A banda magnética é constituída por uma fina camada de partículas magnéticas, cada uma com tamanho de aproximadamente 10 milionésimos de centímetro. Cartões mais recentes podem ter uma banda magnética de cor diferente combinando com as cores do resto do cartão (comuns as cores prata e ouro).

A banda magnética pode ser "escrita" e "lida" como se fosse um pedaço de fita de vídeo. A diferença é no formato dos dados gravados e na capacidade de armazenagem.

Na banda magnética dos cartões existem três trilhas de dados. Cada trilha tem aproximadamente 2,5 milímetros de largura. A normativa ISO/IEC 7811, usada pelos bancos e operadoras para definir o conteúdo e formato das trilhas, define as seguintes regras:

Trilha 1 tem formato de 210 bpi (bits por polegar) e contém 79 caracteres cada um composto por 6 bits mais um de paridade. É uma trilha só de leitura.

Trilha 2 tem formato de 75 bpi e contém 40 caracteres cada um composto por 4 bits mais um de paridade.

Trilha 3 tem formato 210 bpi e contém 107 caracteres de 4 bit mais um de paridade.

A grande maioria dos cartões de crédito normalmente utiliza somente as primeiras duas trilhas. A trilha três contém às vezes PINs, códigos de país, limites autorizados, códigos e números de acordos ou parceiras (milhagens, descontos em lojas...), etc... mas o seu uso não é regulado de forma homogênea entre bancos e operadoras. Vale notar que vários dados são repetidos ou duplicados nas trilhas um e dois.

O conteúdo da trilha um ainda não está totalmente padronizado entre as empresas.
O primeiro padrão de escritura da trilha um dos cartões foi desenvolvido pela IATA (Associação Internacional das Empresas Aéreas).
Existe um segundo padrão estabelecido pela ABA (American Bankers Association), que a maioria das empresas de cartões de crédito utiliza, mas podem existir exceções.
As informações que normalmente se encontram na trilha um dos cartões de créditos são as seguintes:

Sinal de Início - um caráter (normalmente "%")
Código de Formato - um caráter alfabético (normalmente "B")
Número de Conta Primário - até 19 caracteres
Separador - um caráter (normalmente "^")
Código de País - três caracteres
Nome - de dois até 26 caracteres
Separador - um caráter
Data de vencimento ou separador - quatro caracteres ou um caráter
Informações livres - número de caracteres até completar a capacidade da trilha (79 caracteres no total)
Sinal de Fim - um caráter (normalmente "?")
Caráter de controle (LRC) - um caráter


A trilha dois foi inicialmente padronizada pela ABA (American Bankers Association).
É a trilha mais padronizada para cartões de crédito e a que todos os sistemas utilizam sempre. Os dados contidos na trilha dois são os seguintes:

Sinal de Início - um caráter (normalmente ";")
Número de Conta Primário - até 19 caracteres
Separador - um caráter (normalmente "=")
Código de País - três caracteres
Data de vencimento ou separador - quatro caracteres ou um caráter
Informações livres - número de caracteres até completar a capacidade da trilha (40 caracteres no total)
Sinal de Fim - um caráter (normalmente "?")
Caráter de controle (LRC) - um caráter

Inicial  Anterior  Próxima  Última 


Login
Usuário:
Senha:
     
Patrocínios





NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados.   Design by D.Al. Eventos | "O Monitor" | Humor | Mapa do Site | Estatísticas | Contatos | Aviso Legal | Principal