Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Buscas no Site
Buscar
Em     
terça-feira,
6 de dezembro de 2016
Atualizado em: 19/11/2016
Monitor das Fraudes
Fórum de Discussão e Alertas


Veja abaixo as experiências, denúncias e comentários publicados até agora

NOTAS: Os endereços de email publicados nesta página têm o "@" automaticamente substituído por "(ARROBA)" para limitar a possibilidade de uso dos mesmos por parte de "Spammers".
O autor, os colaboradores e os administradores do site não avalizam de forma alguma o conteúdo e teor das mensagens deixadas neste fórum que são, portanto, de exclusiva responsabilidade de quem, livremente, as escreveu.
Este fórum é um lugar para pessoas responsáveis. Leia as regras do fórum para conhecer os mecanismos de controle e defesa, antes de deixar uma mensagem ou se achar que está sendo injustiçado.


Para publicar sua experiência ou comentário clique AQUI.



Publicado no dia: 20/07/2006 às: 00:00
Nome:  CARLOS ALBERTO
Cidade/País:  SÃO PAULO
E-mail:  alberto(ARROBA)hotmail.com
Assunto:  TIM CELULARES S/A
Comentário:  

Bom Dia,

Primeiramente gostaria de saber se atraves deste site é possivel eu ter algum tipo de auxilio ou ajuda,estou com um grande problema com uma empresa de telefonia movel que estão fraudando minhas contas de telefone.

Sou usuario da TIM e a dois meses minha contas estão vindo totalmente fora da realidade de meu consumo e não sei como devo proceder jatentei acordo mais eles informarão que caso não efetue o pagamento do debito eles irão incluir meu nome no serasa e não gostaria de passar este constrangimento e não sei as atiudes a tomar.
Liguei para poder esclarecer algumas ligações que estão aparecendo em minha conta me informarão que o sistema que eles operão o GSM não pode ser clonado a linha mais como aparece em minha conta ligações para o nordeste se eu não fui para la não tenho parentes e não contumo ligar DDD.
Não sei se a melhor coisa e entrar no pequenas causas ou procon mais não sei sera ira resolver.
Estou perdido e gostaria de saber como devo proceder para resolver esta questão o quanto antes para não gerar mais problemas para que eu não venha ser lesado nem esta empresa o que é justo é justo e não estou me negando a pagar o que é meu debito mais não vou pagar o que não é meu.


Publicado no dia: 19/07/2006 às: 00:00
Nome:  João Pedro
Cidade/País:  Sorocaba
E-mail:  
Assunto:  Obrigado
Comentário:  
Gostaria de esta agradecendo a atenção e e orientação oferecida pelo MONITOR DAS FRAUDES e estarei tomando as medidas para não ser prejudicado e gostaria tambem de saber se tem alguma Lei ou até mesmo algum regulamento que faça que outra instituição coloque minha conta cintando como 6 anos eu sendo correntista.

Sera que teria como me fornecer estas informações para que eu possa tomas as devidas providencias ainda esta semana.

Aguardo o quanto antes estas informações se for possivel e não for uma solicitação que não venha a ser uma pedido fora do proposito do MONITOR.

Aguardo

Boa Tarde


Publicado no dia: 18/07/2006 às: 00:00
Nome:  Lorenzo
Cidade/País:  SP / BR
E-mail:  autor(ARROBA)fraudes.org
Assunto:  Msg. do João Pedro
Comentário:  
João Pedro,

tem varias coisinhas que pode fazer, a nivel de direito, mas o melhor é pedir o auxilio de algum amigo advogado. A coisa melhor, porém, é fechar a conta naquele banco imediatamente e abrir uma nova no banco ao lado ... possivelmente solicitando que seja mantida a ancianidade de conta antiga (é possivel pelas normas do BC, so que poucos falam disso). Ou seja voce terá uma conta nova em um banco novo mas nos cheques aparecerá que é cliente ha 6 anos !!
Isso obviamente se não está devendo nada pra eles (o banco) ... normalmente quando percebem que vão perder o cliente mudam um pouco de tom. So que eu não voltaria pra tras, deve dar lição pros gerentes que costumam chantagear os clientes em apuros. Boa sorte.


Publicado no dia: 18/07/2006 às: 00:00
Nome:  João Pedro
Cidade/País:  Sorocaba
E-mail:  pedro(ARROBA)hotmail.com.br
Assunto:  Duvida
Comentário:  

Sou cliente de uma determinada instituição financeira.Gostaria de saber se os procedimentos que meu gerente esta solicitando a Eu como correntista desta instituição que se diz uma instituição que preza pelo relacionamento transparente com seus correntista esta correto.

1) Nesta ultima semana tive um pequeno contra tempo uma desordem familiar e fiquei desfalcado financeiramente e tive apenas um cheque em minha conta que voltou motivo 11 e 12 por falta de saldo devido este contra tempo,sou correntista a 6 anos e nunca voltou um cheque seja por qualquer motivo em minha conta depois de 6 anos apareceu este problema.

2)Muito bem fui ontem até minha agencia para minha surpresa fui até a mesa de meu gerente e Ele me informou com muita naturalidade que não poderia desbloquiar meu talão de cheque.(Estou precisando de talão as folhas ja acabarão e o cheque que voltou eu reapresentei hoje na minha agencia na minha ida até la).Meu gerente muito educadamente me informou que não poderia desbloquiar meu talão somente sei eu adiquirice uma seguro de vida para ele poder justificar ao gerente geral da agencia eu informei que não teria interesse no momento que estou reduzindo custo em minha vida pessoal,ele me informou que não seria possivel então so depois de trinta dias corrido sai da minha agencia muito indignado pela falta de respeito que fui tratado e não sei o que fazer.

3)Vi que este site é expecializado em fraudes principalmente financeira e gostaria de saber quais procedimento devo tomar estou me sentindo extremamente lesado com esta atitude que tomarão comigo enquanto esta com uma boa movimentação comparecia em minha agencia era aguinha cafezinho agora toma este banho de agua fria sinseramente não sei o que penar.

4)Sera que a alternativa é guardar o dinheiro debaixo do colchão porque para ser desrespeitado assim prefiro não pisar mais dentro de uma instituição financeira e juros de cheque especial um absurdo,cartão de credito nem se fala e quando você tem um pequeno problema é este o tratamento que recebe sinceramente não entendo?

5)Será que posso ter algum tipo de prientação ou sugestão para Eu poder tomar a atitude certa e não agir como agirão comigo.

Agradeço es espero uma orientação.

Isto infelismente é Brasil.

Temos que fazer a diferença e não concordar com uma politica que so beneficia estes banqueiros.

Boa Noite


Publicado no dia: 17/07/2006 às: 00:00
Nome:  Mário
Cidade/País:  Assis/SP
E-mail:  
Assunto:  MMN ou pirâmide
Comentário:  
Caro Lorenzo e participante anônimo, tenho certeza que nossa participação deve ser para esclarecer e fundamentar aquilo que é ou não "fraude", concordam? Expressei-me talvez de forma ríspida, pois não concordo com a forma de "esclarecimento" que foi feito para a Rosângela. Segue parte do teor: "...não conheço esta empresa portanto não posso falar a respeito. O fato, porem, é que se for piramide (como você escreveu) com certeza é falcatrua pois o proprio conceito de "estrutura comercial piramidal" é intrinsecamente fraudulento". Ou seja, na condição de pessoas que conhecem e sabem distinguir propostas, creio que a experiência que detemos tem que ser em benefício da informação correta. Ou seja, é melhor se aprofundar no tipo de serviço/produtos da empresa e da maneira de bonificações antes de tecermos comentários, pois para o leigo tudo vai ser pirâmide ou falcatrua, concordam? O que não verdade é um grande equívoco divulgar essa visão distorcida(esclareço novamente que não participo do MMN de VOIP que a Rosângela falou e nem tenho nada contra o Lorenzo... ok? rrss....). Enfim, concordo plenamente que: produtos que tem valores conhecidos, onde se cobram valores desproporcionais, certamente é algo parecido com pirâmide (aprendi não generalizar antes de analisar caso a caso). Do contrário, serviços e produtos, que comercializados geram lucro pela venda e bônus pela multiplicação, desde que condizentes com a realidade comercial, é sim um Marketing Multinível e que aliás deve ser, caso a pessoa necessite ou tenha interesse em participar, sjea para obter uma renda extra, ou como diz o Sérgio Buaiz: "um plano B da sua vida, pois nunca se sabe até quando teremos o plano A", que deve se aprofundar sim, pois países de 1º mundo tem sua população devidamente instruída e via de regra com participação em algum marketing multinível (propaganda e venda remunerada). Enfim, é isso. Nada pessoal, mas acho que temos o dever de esclarecer e evitarmos fazer com que aqueles que não sabem distinguir propostas de tornar tudo "farinha do mesmo saco", o que é uma grande inverdade. Forte abraço a todos.


Publicado no dia: 17/07/2006 às: 00:00
Nome:  REGINALDO
Cidade/País:  SAO PAULO
E-mail:  xabarais(ARROBA)zipmail.com.br
Assunto:  GOLPE informaçoes
Comentário:  
link da noticia http://www.fraudes.org/clipread.asp?BckSt=1&CdClip=89

Alguem tem mais informaçoes desse caso?
Tomei esse golpe e gostaria de saber de mais pessoas que tiveram esse mesmo problema...
Obrigado.


Publicado no dia: 14/07/2006 às: 00:00
Nome:  Lorenzo Parodi
Cidade/País:  SP / BR
E-mail:  autor(ARROBA)fraudes.org
Assunto:  Mensagem do MMN
Comentário:  
Caro MMN anonimo,

concordo plenamente que ter algum produto não é o suficiente para dizer que é MMN e não piramide. Justamente por esta razão eu não escrevi simplesmente que é necessario ter algum produto a venda mas sim que o LUCRO de quem participa DEVE vir prevalentemente da venda sistematica de produtos da empresa (obviamente dentro de um preço compativel com o mercado .. ou seja, por uma caixa de fosforos, acredito uns 50 centavos) e não do recrutamento de novos adeptos, taxas de inscrição, kits de acesso e coisas deste tipo...
Mesmo não sendo perfeita esta é provavelmente a melhor maneira simples disponivel para distinguir MMN de Piramides.


Publicado no dia: 13/07/2006 às: 00:00
Nome:  MMN
Cidade/País:  São Paulo
E-mail:  
Assunto:  Marketing?
Comentário:  
Comentando a mensagem do Mario sobre MMN. (Lorenzo, Rosangela)O problema é que alguns sistemas são piramides disfarçadas com um suposto serviços/ produtos para justifica-lo. Se vc entende que piramide é ilegal, veja meu exemplo: Se eu montasse uma estrutura em multinivel que cobrasse uma taxa de adesão de R$ 3.500,00 para alimentar esta estrutura. Que fosse indicando novos adeptos e etc e tal. Isso é portanto uma piramide. Agora se eu quiser fugir da justiça e adicinar um produto, por exemplo uma caixa de fosfóros. Todos pagam R$ 3.500,00 e levam uma caixa de fósforos. Isso deixa de ser uma piramide e torna-se um MMN? Li alguns relatos pela internet sobre alguns fatores que levam os juízes a considerar esse tipo de negócio como sendo piramide ou não. Mesmo tendo um produto pode ser piramide sim. Nos casos que li o juiz só não condenou uma empresa como sendo piramide (mesmo tendo um produto bem definido) porque a mesma não cobrava taxas de adesão. A estrutura era alimentada pela venda dos produtos e não por valores não justificados. Me parece que vai ser difícil serviços vendidos em mmn não serem consideradas como piramides. A propósito, para os que são adeptos oxxibrasil. Sei que a mesma passa por apuros neste sentido. Por isso que agora eles correm contra o tempo e passam a adicionar produtos de faxada para escapar, pois a tal loja virtual não é o suficiente para justificar a estrutura piramidal.

Publicado no dia: 13/07/2006 às: 00:00
Nome:  joao@ig.com.br
Cidade/País:  
E-mail:  
Assunto:  fraude do cartao
Comentário:  
--------------------------------------------------------------------------------

Washington - O executivo Scoot Levine, antigo proprietário da empresa de e-mail marketing Snipermail, foi sentenciado nesta quarta-feira (23/02) a oito anos de prisão por acusações relacionadas ao roubo de mais de um bilhão de registros, revelou o Departamento de Justiça dos Estados Unidos (DOJ).

Levine, 46, da cidade de Boca Raton, na Flórida, foi sentenciado por 120 contas de acesso restrito em um computador protegido, duas contas de acesso para ferramentas fraudulentas e uma conta de obstrução da justiça, revelou o órgão. O juri da Corte do Distrito de Arkansas o considerou culpado após a formalização das acusações no dia 12 de agosto.

Entre janeiro e julho de 2003, enquanto trabalhava com colegas na Snipermail, Levine roubou mais de um bilhão de registros contendo informações pessoais, incluindo nomes, endereços, e-mails e telefones, disse o DOJ. Os dados pertenciam à empresa Acxiom, uma gerenciadora de dados pessoais, financeiros e corporativos, incluindo informações de clientes mantidas por outras empresas. A Acxiom oferece serviços de gerenciamento de informações, assim como ferramentas de marketing.

De acordo com o órgão, Levine usou "sofisticados softwares de criptografia" para obter ilegalmente senhas e ter acesso a áreas restritas dos bancos de dados da Acxiom.

Até agora, não há evidências de que quaisquer informações roubadas por Levine ou outros tenham sido usada em casos de roubo de identidade ou fraudes de cartão de crédito. Alguns dos dados foram revendidos para que um atravessador fizesse uma campanha de publicidade.

"Em um primeiro momento, baixar arquivos digitais privativos de seu escritório pode não parecer tão sério assim" revelou o juíz Bud Cummins, do Distrito de Arkansas, em um anúncio oficial. "Mas, se você estiver roubando informações secretas que valem milhões de dólares de uma companhia de ótima reputação, pode esperar uma punição de acordo".

http://idgnow.uol.com.br/AdPortalv5/...nelID=21080105
__________________

Dizendo-se sábios, tornaram-se estúpidos. Ai daquele que é sábio aos seus próprios olhos. Deus escolheu as coisas humildes do mundo, e as desprezadas, e aquelas que não são, para reduzir a nada as que são.


Publicado no dia: 13/07/2006 às: 00:00
Nome:  carlos@ig.com.br
Cidade/País:  
E-mail:  
Assunto:  PUSHING
Comentário:  
2. Fraudes via Internet
Normalmente, não é uma tarefa simples atacar e fraudar dados em um servidor de uma instituição bancária ou comercial. Então, atacantes têm concentrado seus esforços na exploração de fragilidades dos usuários, para realizar fraudes comerciais e bancárias através da Internet.

Para obter vantagens, os fraudadores têm utilizado amplamente e-mails com discursos que, na maioria dos casos, envolvem engenharia social e que tentam persuadir o usuário a fornecer seus dados pessoais e financeiros. Em muitos casos, o usuário é induzido a instalar algum código malicioso ou acessar uma página fraudulenta, para que dados pessoais e sensíveis, como senhas bancárias e números de cartões de crédito, possam ser furtados. Desta forma, é muito importante que usuários de Internet tenham certos cuidados com os e-mails que recebem e ao utilizarem serviços de comércio eletrônico ou Internet Banking.

A seções 2.1 e 2.2 ilustram algumas situações envolvendo estes tipos de fraudes. A seção 2.3 descreve alguns cuidados a serem tomados pelos usuários de Internet, ao acessarem sites de comércio eletrônico ou Internet Banking. As seções 2.4, 2.5 e 2.6 apresentam alguns procedimentos para verificar a legitimidade de um site. E a seção 2.7 recomenda o que o usuário deve fazer se perceber que seus dados financeiros podem estar sendo usados por terceiros.

2.1. O que é scam e que situações podem ser citadas sobre este tipo de fraude?
O scam (ou "golpe") é qualquer esquema ou ação enganosa e/ou fraudulenta que, normalmente, tem como finalidade obter vantagens financeiras.

As subseções 2.1.1 e 2.1.2 apresentam duas situações envolvendo este tipo de fraude, sendo que a primeira situação se dá através de páginas disponibilizadas na Internet e a segunda através do recebimento de e-mails. Observe que existem variantes para as situações apresentadas e outros tipos de scam. Além disso, novas formas de scam podem surgir, portanto é muito importante que você se mantenha informado sobre os tipos de scam que vêm sendo utilizados pelos fraudadores, através dos veículos de comunicação, como jornais, revistas e sites especializados.

2.1.1. Sites de leilões e de produtos com preços "muito atrativos"
Você acessa um site de leilão ou de venda de produtos, onde os produtos ofertados têm preços muito abaixo dos praticados pelo mercado.

Risco: ao efetivar uma compra, na melhor das hipóteses, você receberá um produto que não condiz com o que realmente foi solicitado. Na maioria dos casos, você não receberá nenhum produto, perderá o dinheiro e poderá ter seus dados pessoais e financeiros furtados, caso a transação tenha envolvido, por exemplo, o número do seu cartão de crédito.

Como identificar: faça uma pesquisa de mercado sobre preço do produto desejado e compare com os preços oferecidos. Então, você deve se perguntar por que estão oferecendo um produto com preço tão abaixo do praticado pelo mercado.

É importante ressaltar que existem muitos sites confiáveis de leilões e de vendas de produtos, mas nesta situação a intenção é ilustrar casos de sites especificamente projetados para realizar atividades ilícitas.

2.1.2. O golpe da Nigéria (Nigerian 4-1-9 Scam)
Você recebe um e-mail em nome de uma instituição governamental da Nigéria (por exemplo, o Banco Central), onde é solicitado que você atue como intermediário em uma transferência internacional de fundos. O valor mencionado na mensagem normalmente corresponde a dezenas ou centenas de milhões de dólares.

Como recompensa, você terá direito de ficar com uma porcentagem (que é normalmente alta) do valor mencionado na mensagem. Para completar a transação é solicitado que você pague antecipadamente uma quantia, normalmente bem elevada, para arcar com taxas de transferência de fundos, custos com advogados, entre outros.

Este tipo de golpe também é conhecido como Advance Fee Fraud, ou "a fraude de antecipação de pagamentos", e já foram registrados casos originados ou que mencionavam a África do Sul, Angola, Etiópia, Libéria, Marrocos, Serra Leoa, Tanzânia, Zaire, Zimbábue, Holanda, Iugoslávia, Austrália, Japão, Malásia e Taiwan, entre outros.

No nome dado a este tipo de fraude, Nigerian 4-1-9 Scam, o número "419" refere-se à seção do código penal da Nigéria que é violada por este golpe. É equivalente ao artigo 171 do código penal brasileiro, ou seja, estelionato.

Risco: ao responder a este tipo de mensagem e efetivar o pagamento antecipado, você não só perderá o dinheiro investido, mas também nunca verá os milhares ou milhões de dólares prometidos como recompensa.

Como identificar: normalmente, estas mensagens apresentam quantias astronômicas e abusam da utilização de palavras capitalizadas (todas as letras maiúsculas) para chamar a atenção do usuário. Palavras como "URGENT" (urgente) e "CONFIDENTIAL" (confidencial) também são comumente usadas no assunto da mensagem para chamar a atenção do usuário.

Você deve se perguntar por que foi escolhido para receber estes "milhares ou milhões" de dólares, entre os inúmeros usuários que utilizam a Internet.

2.2. O que é phishing e que situações podem ser citadas sobre este tipo de fraude?
Phishing, também conhecido como phishing scam ou phishing/scam, foi um termo originalmente criado para descrever o tipo de fraude que se dá através do envio de mensagem não solicitada, que se passa por comunicação de uma instituição conhecida, como um banco, empresa ou site popular, e que procura induzir o acesso a páginas fraudulentas (falsificadas), projetadas para furtar dados pessoais e financeiros de usuários.

A palavra phishing (de "fishing") vem de uma analogia criada pelos fraudadores, onde "iscas" (e-mails) são usadas para "pescar" senhas e dados financeiros de usuários da Internet.

Atualmente, este termo vêm sendo utilizado também para se referir aos seguintes casos:

mensagem que procura induzir o usuário à instalação de códigos maliciosos, projetados para furtar dados pessoais e financeiros;
mensagem que, no próprio conteúdo, apresenta formulários para o preenchimento e envio de dados pessoais e financeiros de usuários.
A subseções a seguir apresentam cinco situações envolvendo phishing, que vêm sendo utilizadas por fraudadores na Internet. Observe que existem variantes para as situações apresentadas. Além disso, novas formas de phishing podem surgir, portanto é muito importante que você se mantenha informado sobre os tipos de phishing que vêm sendo utilizados pelos fraudadores, através dos veículos de comunicação, como jornais, revistas e sites especializados.

Também é muito importante que você, ao identificar um caso de fraude via Internet, notifique a instituição envolvida, para que ela possa tomar as providências cabíveis1.

2.2.1. Mensagens que contêm links para programas maliciosos
Você recebe uma mensagem por e-mail ou via serviço de troca instantânea de mensagens, onde o texto procura atrair sua atenção, seja por curiosidade, por caridade, pela possibilidade de obter alguma vantagem (normalmente financeira), entre outras. O texto da mensagem também pode indicar que a não execução dos procedimentos descritos acarretarão conseqüências mais sérias, como, por exemplo, a inclusão do seu nome no SPC/SERASA, o cancelamento de um cadastro, da sua conta bancária ou do seu cartão de crédito, etc. A mensagem, então, procura induzí-lo a clicar em um link, para baixar e abrir/executar um arquivo.

Alguns exemplos de temas e respectivas descrições dos textos encontrados em mensagens deste tipo são apresentados na tabela 1.


Tabela 1: Exemplos de temas de mensagens de phishing. Tema Texto da mensagem
Cartões virtuais UOL, Voxcards, Humor Tadela, O Carteiro, Emotioncard, Criança Esperança, AACD/Teleton.
SERASA e SPC débitos, restrições ou pendências financeiras.
Serviços de governo eletrônico CPF/CNPJ pendente ou cancelado, Imposto de Renda (nova versão ou correção para o programa de declaração, consulta da restituição, dados incorretos ou incompletos na declaração), eleições (título eleitoral cancelado, simulação da urna eletrônica).
Álbuns de fotos pessoa supostamente conhecida, celebridades, relacionado a algum fato noticiado (em jornais, revistas, televisão), traição, nudez ou pornografia, serviço de acompanhantes.
Serviço de telefonia pendências de débito, aviso de bloqueio de serviços, detalhamento de fatura, créditos gratuitos para o celular.
Antivírus a melhor opção do mercado, nova versão, atualização de vacinas, novas funcionalidades, eliminação de vírus do seu computador.
Notícias/boatos fatos amplamente noticiados (ataques terroristas, tsunami, terremotos, etc), boatos envolvendo pessoas conhecidas (morte, acidentes ou outras situações chocantes).
Reality shows BigBrother, Casa dos Artistas, etc -- fotos ou vídeos envolvendo cenas de nudez ou eróticas, discadores.
Programas ou arquivos diversos novas versões de softwares, correções para o sistema operacional Windows, músicas, vídeos, jogos, acesso gratuito a canais de TV a cabo no computador, cadastro ou atualização de currículos, recorra das multas de trânsito.
Pedidos orçamento, cotação de preços, lista de produtos.
Discadores para conexão Internet gratuita, para acessar imagens ou vídeos restritos.
Sites de comércio eletrônico atualização de cadastro, devolução de produtos, cobrança de débitos, confirmação de compra.
Convites convites para participação em sites de relacionamento (como o orkut) e outros serviços gratuitos.
Dinheiro fácil descubra como ganhar dinheiro na Internet.
Promoções diversos.
Prêmios loterias, instituições financeiras.
Propaganda produtos, cursos, treinamentos, concursos.
FEBRABAN cartilha de segurança, avisos de fraude.
IBGE censo.

Cabe ressaltar que a lista de temas na tabela 1 não é exaustiva, nem tampouco se aplica a todos os casos. Existem outros temas e novos temas podem surgir.

Risco: ao clicar no link, será apresentada uma janela, solicitando que você salve o arquivo. Depois de salvo, se você abrí-lo ou executá-lo, será instalado um programa malicioso (malware) em seu computador, por exemplo, um cavalo de tróia ou outro tipo de spyware, projetado para furtar seus dados pessoais e financeiros, como senhas bancárias ou números de cartões de crédito2. Caso o seu programa leitor de e-mails esteja configurado para exibir mensagens em HTML, a janela solicitando que você salve o arquivo poderá aparecer automaticamente, sem que você clique no link.

Ainda existe a possibilidade do arquivo/programa malicioso ser baixado e executado no computador automaticamente, ou seja, sem a sua intervenção, caso seu programa leitor de e-mails possua vulnerabilidades.

Esse tipo de programa malicioso pode utilizar diversas formas para furtar dados de um usuário, dentre elas: capturar teclas digitadas no teclado; capturar a posição do cursor e a tela ou regiões da tela, no momento em que o mouse é clicado; sobrepor a janela do browser do usuário com uma janela falsa, onde os dados serão inseridos; ou espionar o teclado do usuário através da Webcam (caso o usuário a possua e ela esteja apontada para o teclado). Mais detalhes sobre algumas destas técnicas podem ser vistos na seção de keyloggers, na parte VIII: Códigos Maliciosos (Malware).

Depois de capturados, seus dados pessoais e financeiros serão enviados para os fraudadores. A partir daí, os fraudadores poderão realizar diversas operações, incluindo a venda dos seus dados para terceiros, ou utilização dos seus dados financeiros para efetuar pagamentos, transferir valores para outras contas, etc.




Total: 2687 mensagens  - Página 156 de 269
10 Anteriores  INÍCIO  FIM  Próximos 10

Login
Usuário:
Senha:
     
Patrocínios





NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados.   Design by D.Al. Eventos | "O Monitor" | Humor | Mapa do Site | Estatísticas | Contatos | Aviso Legal | Principal