Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Buscas no Site
Buscar
Em     
sábado,
10 de dezembro de 2016
Atualizado em: 19/11/2016
Monitor das Fraudes
Fórum de Discussão e Alertas


Veja abaixo as experiências, denúncias e comentários publicados até agora

NOTAS: Os endereços de email publicados nesta página têm o "@" automaticamente substituído por "(ARROBA)" para limitar a possibilidade de uso dos mesmos por parte de "Spammers".
O autor, os colaboradores e os administradores do site não avalizam de forma alguma o conteúdo e teor das mensagens deixadas neste fórum que são, portanto, de exclusiva responsabilidade de quem, livremente, as escreveu.
Este fórum é um lugar para pessoas responsáveis. Leia as regras do fórum para conhecer os mecanismos de controle e defesa, antes de deixar uma mensagem ou se achar que está sendo injustiçado.


Para publicar sua experiência ou comentário clique AQUI.



Publicado no dia: 17/02/2006 às: 00:00
Nome:  Lorenzo Parodi
Cidade/País:  SP / BR
E-mail:  autor(ARROBA)fraudes.org
Assunto:  Msg. do Esclarecedor (??)
Comentário:  
Caro Esclarecedor (??),
Desculpe eu intervir mas, sendo um dos que mais comentaram a respeito, me sinto parte em causa. Tudo bonito o que você falou fora alguns pequenos e fundamentais pontos ...
1) Um site de comercio eletrônico, com data base e tudo o que tem de direito, bem ao estilo do oferecido pela nota empresa, se encontra facilmente na internet por cerca de 50 R$ por mês ... isso dá um valor de 600 R$ por ano, bem longe do valor que você estipulou. Se quiser saber mais a respeito o convido a visitar, por exemplo, este provedor de sites de comercio eletrônico: http://www.banner-link.com.br/LojaVirtual.asp não me parece muito diferente o serviço/produto oferecido por eles do da empresa que cobra 3500 R$.
2) Muito bonito e correto, em principio, o que você escreveu sobre pirâmides e marketing multi-nível. Realmente existem várias empresas sérias que utilizam o MMN como meio alternativo para conseguir um crescimento sem grande investimento de mídia. Porém, você deve com certeza saber que o que caracteriza uma pirâmide, diferentemente de um sistema de marketing multi-nível, é sobretudo a consistência e utilidade do produto vendido (para quem o compra) e a preponderância das vendas efetivas de produto, e não das comissões para o crescimento da rede, como origem do lucro dos participantes. Ou seja nas pirâmides o produto não é de alguma utilidade para quem o compra sendo uma mera desculpa para o funcionamento do próprio esquema piramidal que, por sua vez, é a única verdadeira fonte de renda para os participantes. No caso da empresa em questão é interessante notar que mais de 90% dos participantes sequer ativaram a própria página/site de comercio (ou seja compraram algo que não usam e não serve pra eles) ... como automática conseqüência se deduz também que a fonte de lucro principal para estas pessoas são somente as comissões para o crescimento da rede (cooptação de novos participantes) e não as vendas advindas do proprio produto. Como me explica e esclarece isso, a não ser que seja um clássico exemplo de pirâmide, e não de marketing multi-nível ??

Aguardo seus novos comentários.


Publicado no dia: 17/02/2006 às: 00:00
Nome:  Esclarecedor???
Cidade/País:  ASP
E-mail:  
Assunto:  OXXXX BXXXXX
Comentário:  
Noto que as abordagens sobre a empresa que difunde o trabalho de inclusão digital são válidas, exceto aquelas que não são fundamentadas em fatos, mas tão-somente na mania de desconfiar de tudo o que é novo.
Em 1º lugar, posso afirmar isso, pois já vi o contrato deles e constatei em pesquisas de serviços de sites semelhantes: qualquer outra empresa que fornece sites de "auto-gestão" (o que encarece isso é o banco de dados) cobra uma taxa inicial aproximada de R$ 400,00/R$ 800,00 e parcelas mensais que variam dependendo do tamanho do banco de dados (de R$ 80,00 - muito pequena a R$ 250,00). Ou seja, o preço médio no mercado para criar o mesmo site de auto-gestão e com o banco de dados oferecido pela empresa, ora discutida, gasta-se num ano cerca de R$ 2.200,00 (12 x R$ 150,00 de mensalidade + R$ 400,00). Ok, concordemos num ponto, R$ 3.540,00 é cerca de 50% mais caro. No entanto, pelo contrato, há 12 meses de isenção da mensalidade e a partir do 13º mês paga-se R$ 60,00. Por fim, voltemos a calcular que ao final de 2 anos, na Empresa mencionada gasta-se: R$ 3.540,00 + 12 x R$ 60,00 = R$ 4.260,00. Já nas outras empresas, investe-se ao longo de 2 anos: R$ 400,00 + 24 x R$ 150,00 = R$ 4.000,00. Dá para perceber então que a partir do 25º mês, o negócio começa a "empatar", concordam?
Portanto, não é um preço fora do mercado não. Uma coisa é fazer uma "página na internet", outra é criar um site adequadamente programado.
No que se refere a temida e propagada "pirâmide", desculpem-me mas isso é ignorância (ignorante é aquele que desconhece de um assunto e não uma ofensa... eu desconhecia antigamente). O sistema de crescimento de uma empresa, ou se dá por meio de marketing tradicional (investimento em divulgação/mídia: TV, Jornais, Revistas, Rádios etc) que se gasta milhões, ou então por meio do chamado marketing multinível.
Nesse sistema a empresa opta por bonificar em dinheiro ou produtos aqueles que expandam os produtos da empresa (existem dezenas de empresas no Brasil que fazem isso. No EUA e na Europa a filosofia é amplamente conhecida. Infelizmente num país de 3º mundo como o nosso, as novas correntes mercadológicas não são conhecidas e creio que seja por isso que não avançamos...).
Enfim, é muito mais interessante para as empresas que desejam expandir para todo o território nacional utilizar o Marketing Multinível (depende do produto, é claro... normalmente o valor tem que ser superior ao do comercializado pelos concorrentes, ou então não possuir concorrentes no ramo), do que gastar milhares em dinheiro na expansão da sua organização.
Vocês já viram quanto custa para você divulgar no jornal da sua cidade? O quanto fica as ´chamadas´ nas rádios locais? É caríssimo, meu caros...
Imagine então para uma Empresa que intenciona alcançar todo o território nacional? Só colocar um dia na Rede Globo é insuficiente... é muita grana.
Daí o sistema de Marketing Multinível que a Empresa que tantos criticam utiliza e que está dando certo pelo jeito... não é pirâmide não, gente... é marketing multinível... para ela vale mais a pena bonificar aqueles que tragam novos associados do que investir em propaganda. Resumindo: sai mais barato para a Empresa!
Finalmente, para concluir minha extensa abordagem, é evidente que ninguém vai vender pela internet se não difundir seu site. Ou seja, assim como você gasta para fazer a vitrine e o layout da sua loja, também vai ter que divulgar seu site. Além do mais, é uma tendência de mercado. Isso é fato!
Aposto que todo mundo aqui pesquisa preços de produtos, carros etc, pela internet antes de procurar a mercadoria nas lojas da sua cidade. Daí a importância dos comerciantes se reunirem e investirem em propaganda conjunta dos sites, valorizando o comércio local, do contrário, todos serão engolidos por Submarinos e Americanas da vida....
Gente, é uma questão de visão das tendências mercadológicas.
Enfim, espero ter contribuído com algo e que ninguém venha "bater" em mim só porque apresentei uma visão diferenciada (rrssss....).
Só não entrei ainda nessa empresa, pois não creio que minha prestação de serviços seja comercializada adequadamente dessa forma.
Abraços a todos.

Publicado no dia: 17/02/2006 às: 00:00
Nome:  Ricardo
Cidade/País:  
E-mail:  
Assunto:  Conto do bilhete premiado
Comentário:  
Penso que todas pessoas tem seus baixos. Ninguém está em alerta 24h por dia. O tempo todo. Um minuto de bobeira e pronto. O golpista que esta sempre em alerta te pegou. São pessoas de conversa boa, ganaciosas, que envolvem suas vítimas.
O que causa esta baixa normalmente pode ser: Desespero em resolver problemas financeiros com dinheiro fácil.

Publicado no dia: 17/02/2006 às: 00:00
Nome:  Lourenço
Cidade/País:  Sumaré - SP
E-mail:  libriano.ijl(ARROBA)uol.com.br
Assunto:  Conto do bilhete premiado
Comentário:  
Por que ainda as pessoas caem no "Conto do Bilhete Premiado" se é tão divulgado pela imprensa essa prática de crime?
Por que pessoas tão inteligentes também caem nessa cilada?
Conheço pessoalmente algumas pessoas que já foram vítimas e chego a pensar: Será que pode acontecer comigo também?

Por favor, explique para mim qual é a magia dos golpistas que mesmo sabendo que esse golpe é tão divulgado pela imprensa em geral que eles ainda continuam obtendo sucesso?
Obrigado!


Publicado no dia: 16/02/2006 às: 00:00
Nome:  Sergio Mendes
Cidade/País:  
E-mail:  
Assunto:  OXXX BXXXX
Comentário:  
Parabéns pelo seu ótimo negócio a qual vc se afiliou. Deu tão certo a dita inclusão digital, deve dar muita grana que até seus sites (phinfo.com.br, comercialindaial.com.br, vaspe.com.br) já faliram (saiu do ar).
A propósito como vc participa da feira em SP se vc está em SC? Aí tb tem feira?
Existe alguma feira por correspondência?

Publicado no dia: 16/02/2006 às: 00:00
Nome:  Lorenzo Parodi
Cidade/País:  SP / BR
E-mail:  autor(ARROBA)fraudes.org
Assunto:  Msg. do Evandro
Comentário:  
Caro Evandro,

Fernandinho Beira Mar também estava muito bem de vida antes de ser preso ... ganhava bem pra caramba, sobretudo com a "hierarquia" abaixo dele, tinha muitos amigos e participava de eventos gratis (os bailes funk). Pode ter certeza que ele também recuperou rapidinho o investimento dele, que por sinal deve ter sido bem maior de 3500 R$. Sobretudo ele tinha bastante vontade de ganhar a qualquer custo e não ficar sentado ... unico problema é que ele não analizou outros meios para conseguir isso e que não fossem ilegais e não prejudicassem o proximo !!

Se não quiser imitar a postura etica dele e seguir o mesmo caminho, pense nestes aspectos também, antes de fazer comentários sobre quanto um negócio é bom ou não !!


Publicado no dia: 16/02/2006 às: 00:00
Nome:  Evandro
Cidade/País:  SC-Brasil
E-mail:  evandro(ARROBA)phinfo.com.br
Assunto:  Omni Brasil
Comentário:  
Sobre a Omni Brasil, conhecí ela a alguns dias. Já ví em diversos sites discussão sobre fraude, alguns dizem que é bom, outros insistem que é fraude. Então decidí gastar 30 reais e ir nesta reunião. Descobri que um primo de minha mãe participa a quase um ano, e está bem de vida. Perguntei pra ele como funcionava, ele explicou tudo, e quando falou que eu deveria investir 3.500,00 reais, quase morrí do coração. Mas entrei na palestra, assistí e no final pensei: porra, se tiver um pouco de vontade, posso ganhar uma boa grana, vender meus produtos nos B2B ou no B2C, indicar uma galera e me dar bem, mas claro, vou ter incômodos como em qualquer outro negócio (detalhe, tenho uma empresa de sistemas), agora, se essa coisa for fraude vou perder 3.500,00 reais (3530, por que paguei pra assistir a palestra), ficar puto da vida e vou aprender a investir melhor meu dinheiro. Então peensei, já tive uma loja de informática e já levei furadas maiores que 3.500,00 acreditando que seria bom. Porque não tentar? Então juntei esse dinheiro, paguei e me associei. Caramba, nunca me sentí tão motivado em um negócio que abrí. Além de não pagar nada além disso, participo das feiras (B2B e B2C) sem gastar nada, onde em uma feira normal gastaria uns 5 mil, no mínimo, tenho minha loja virtual, não me estresso com funcionárias na TPM, fiz um monte de amigos novos e muitos clientes novos tb. Apenas com o pessoal da hierarquia acima de mim, já consegui pagar, em 15 dias, os 3.500,00 que gastei. Pode até ser fraude, mas se a pessoa tiver vontade, só tem a ganhar. Agora, se você prefere ficar sentado esperando ficar rico de uma hora pra outra. Boa Sorte, hard. Vai votar no Lula, ou melhor, no Maluf, que ele não rouba!!!!!huahuahuahuahuahua

Publicado no dia: 14/02/2006 às: 00:00
Nome:  Investidor
Cidade/País:  Brasil
E-mail:  inversoras(ARROBA)yahoo.com.br
Assunto:  RECRUTAMENTO - RECOLOCAÇÃO
Comentário:  
GOLPE DO EMPREGO: Assista a matéria: http://jornalhoje.globo.com/JHoje/0,19125,3061,00.html O “golpe do emprego”, em que empresas oferecem uma vaga garantida – o candidato só tem que pagar por um teste psicológico. Mas o emprego nunca aparece. O Jornal Hoje denunciou o golpe há um ano e três meses, mas ele continua sendo aplicado.
Depois de cinco meses sem trabalho, Douglas foi procurado por uma empresa de recolocação. Uma funcionária, chamada Márcia, disse que havia uma vaga para ele numa multinacional. “Márcia, esta pessoa que me atendeu falou que uma multinacional no ABC tinha interesse no meu currículo e encaminharam para eles. Então, possivelmente, essa empresa pegou em algum site de recolocação profissional na internet”, conta ele.
Mas, antes de fazer a entrevista na multinacional, ele teria que pagar R$ 1310,00 por um teste psicológico. “O teste ela falou que não aprovaria nem reprovaria, era um teste só pra ver realmente meu perfil psicológico, uma vez que o meu currículo já estava analisado pela empresa”, lembra Douglas.
O rapaz, que trabalha com seguros, fez o teste mas não foi chamado. “No momento que eu paguei, eu já paguei com débito em conta”, diz. Só aí, ele descobriu que estava caindo num golpe que o Jornal Hoje denunciou há mais de um ano. Empresas de recolocação vendem testes ditos “psicológicos” em troca de vagas que nunca aparecem. Induzem o desempregado a assinar um contrato como o de Douglas, em que vem escrito que prestam serviços de recolocação e não garantem a vaga. “Ela só me deu o contrato após o pagamento”, lembra.
O rapaz voltou à empresa para tentar receber o dinheiro de volta, e nossa equipe acompanhou.
Funcionário 1: “Se você quer tentar reaver o valor mesmo, é que nem você falou, vá no tribunal de pequenas causas.” Douglas: “É, o José me aconselhou a isso...” Funcionário 1: “É um direito seu.”
Um outro funcionário da empresa é chamado. Douglas insiste que só pagou o teste porque a vaga foi prometida.
Funcionário 2: “Você tem que esquecer um pouco o que a Márcia te passou.” Douglas: “Mas aí que ta, José! Mas eu fiz tudo isso mediante o que ela me falou!” Funcionário 2: “Eu sei disso. Você não tem garantia de nada, ainda.”
Os funcionários dizem que a tal entrevista ainda pode ser marcada, e que Douglas não deve se desesperar. “Ele aproveitam desse de fragilidade, porque está desempregado, você fica psicologicamente afetado“, diz Douglas.
Só contra a empresa que procurou Douglas, a polícia de São Paulo abriu 37 inquéritos desde o ano passado. Mas os golpistas ainda não foram processados. Onze investigações foram arquivadas pela justiça e as outras 26 ainda não foram concluídas pela polícia.
Há mais de um ano o Ministério Público também vem investigando esse tipo de empresa. Duas foram condenadas e estão recorrendo. Nenhuma foi fechada. “O processo judicial é um pouco demorado, até porque existe uma garantia constitucional que é a garantia da ampla defesa”, explica a a promotora de justiça Maria da Glória de Almeida.
Enquanto o golpe continua sendo aplicado impunemente, resta ao cidadão se proteger. A advogada Mira Feltrin lembra que nada deve ser pago sem ler o contrato antes. E diz que é preciso desconfiar dos testes. “Sempre ponderar: se já há uma vaga determinada, porque que precisa fazer esse teste para determinar o perfil novamente?”, questiona


Publicado no dia: 13/02/2006 às: 00:00
Nome:  Cássia Guimarães
Cidade/País:  Gravataí/Brasil
E-mail:  cassiaguimaraes(ARROBA)pop.com.br
Assunto:  Aliancers
Comentário:  
Alguém por favor pode me ajudar a resolver meu problema queria saber se tenho como fazer com que eles devolvam meu dinheiro se assinei o contrato dizendo que não devolveriam .... mu ajudem

Publicado no dia: 10/02/2006 às: 00:00
Nome:  Equipe MdF
Cidade/País:  BR
E-mail:  contato(ARROBA)fraudes.org
Assunto:  Regras do FORUM
Comentário:  
Lembramos que, para publicar nomes de pessoas ou empresas neste forum, é necessário fornecer o proprio nome e um endereço de email valido. Este endereço de email será verificado e validado por nos.
As mensagens que não respeitarem estas regras serão editadas para remover os nomes publicados.


Total: 2687 mensagens  - Página 132 de 269
10 Anteriores  INÍCIO  FIM  Próximos 10

Login
Usuário:
Senha:
     
Patrocínios





NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados.   Design by D.Al. Eventos | "O Monitor" | Humor | Mapa do Site | Estatísticas | Contatos | Aviso Legal | Principal