Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

09/04/2009 - Panapress Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Nigéria descobre $ 150 milhões fraudulentos em conta na Suíça


Lagos, Nigéria (PANA) - O Governo Federal da Nigéria anunciou, quarta-feira, que 150 milhões de dólares americanos dos 189 milhões de subornos que responsáveis nigerianos teriam recebido da empresa norte-americana Halliburton para obter contratos de exploração de gás liquefeito natural foram encontrados numa conta em Zurique, na Suíça.

O ministro nigeriano da Justiça e procurador-geral, Michael Aodoankaa, declarou na capital, Abuja, que o dinheiro foi encontrado durante o inquérito duma equipa designada pelo Governo para identificar os Nigerianos implicados neste escândalo de corrupção.

Mas o ministro que lidera a equipa que se deslocou aos Estados Unidos e a outros países declarou que o proprietário da conta onde os 150 milhões de dólares foram encontrados ainda não foi identificado.

Numa aparente alusão aos apelos crescentes para que sejam julgados os responsáveis por este escândalo, o governante nigeriano declarou que o Governo só agirá se o documento confidencial actualmente na posse do Governo norte-americano sobre este caso for colocado à sua disposição.

O jornal local "Next" divulgou, a 28 de Março corrente, uma lista de responsáveis nigerianos que teriam recebido subornos da Halliburton, citando os investigadores norte-americanos implicados neste caso.

Segundo o jornal, entre as pessoas implicadas estão três ex- Presidentes, designdamente o falecido general Sani Abacha, o general Adbulsalam Abubakar e o general Olusegun Obasanjo, antecessor do actual chefe de Estado, Umaru Yar'Adua.

Os outros, de acordo com o jornal, são ministros, burocratas, altos responsáveis políticos e responsáveis locais.

Eles teriam todos recebido vários milhões de dólares de subornos dos empresários norte-americanos e europeus retidos para construir a primeira fábrica de gás natural liquefeito em Bonny, no Estado de Rivers, na província petrolífera do Delta do Níger.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 189 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal