Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

08/04/2009 - Expresso MT Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Acusado de aplicar golpes no comércio da região se apresenta à delegacia de Polícia de Sorriso

A Delegacia de Polícia Civil de Sorriso recebeu ontem a apresentação de Almindo Brizola.

Ele está sendo acusado de comprar muita mercadoria no comércio de Sorriso, Lucas do Rio Verde e Tapurah, com a apresentação de cheques sem fundo.

Este é o terceiro caso do já conhecido “golpe do cheque sem fundo” no município de Sorriso, o que vem sendo o destaque no último mês nas ocorrências policiais. Em apenas uma compra em uma loja de informática, o acusado teria comprado 15 computadores completos, inclusive com tela LCD, e pago com o cheque sem provimento de fundos.

Conforme as autoridades policiais e entidades que representam o comércio, os empresários precisam estar mais atentos à essas ações mal intencionadas e restringir mais o crédito à compras suspeitas, dado que a maioria das compras dos golpistas foi grande e mesmo assim os comerciantes venderam acreditando na boa fé do “cliente”. Outra reclamação é quanto à facilidade com que alguns bancos emitem talonários de cheques, onde constantemente estão enviando os talões para os clientes sem que estes solicitem.

Almindo Brizola estava em Lucas do Rio Verde e se apresentou ontem à tarde na delegacia de Sorriso onde permanece até a manhã de hoje e, posteriormente deverá ser levado ao Centro de Ressocialização de Sorriso, onde já se encontram outros dois acusados de estelionato com o mesmo modo de operação. Os golpes no comércio local podem chegar à R$ 1 milhão.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 468 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal