Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

08/04/2009 - Plenário / FaxAju Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

MPF/SE consegue manter prisão de médico que cometeu fraudes


O Ministério Público Federal em Sergipe (MPF/SE) conseguiu a manutenção da prisão do médico mineiro Douglas de Faria acusado de fraudar a Receita Federal. O juiz da 1ª Vara Federal em Sergipe, Fábio Cordeiro de Lima, decidiu nesta terça-feira (07), manter a prisão preventiva do acusado que já se encontra no Complexo Penitenciário Carvalho Neto (Compecan), em São Cristóvão.

A defesa de Douglas alegou que ele não precisava ser mantido preso, uma vez que tem endereço certo no Rio Grande do Norte. O MPF, através do procurador da República Paulo Guedes, contestou alegando os antecedentes criminais do acusado por fatos análogos. Ele se mudou para o Rio Grande do Norte logo que a Delegacia da Receita Federal de Aracaju começou a investigá-lo.

O médico é acusado de ter fornecido 300 recibos falsos, de procedimentos médicos que não foram realizados, para diversos contribuintes que deduziram as supostas despesas médicas da declaração do imposto de renda. De acordo com as investigações, o montante dos recibos emitidos chega aos 3 milhões de reais.

A Delegacia da Receita descobriu a fraude e indicou ao MPF/SE o nome do médico e dos contribuintes que utilizaram os recibos falsos. Em 2008, o MPF denunciou Douglas por crimes tributários e falsidade ideológica. O juiz Federal Fábio Cordeiro acatou as denúncias e decretou sua prisão preventiva. No último dia 27 de março, a Polícia Federal realizou a prisão do médico em Natal (RN), enquanto clinicava em um posto de saúde.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 177 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal