Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

07/04/2009 - O Tempo Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Polícia Civil investiga ação de hacker em Pouso Alegre

Por: Daniel Silveira


Deve sair em 30 dias o laudo pericial que investiga suposta fraude a uma empresa prestadora de serviços de internet banda larga em Pouso Alegre, no Sul de Minas. O estudante Luis Felipe Fernandes, 20 anos, é acusado pela empresa Master Cabos de hackear o seu sistema realizando uma espécie de "gato" para utilizar a conexão de pelo menos 1/3 dos clientes. O prejuízo estimado pela empresa em função do golpe é de cerca de R$ 35 mil.

De acordo com o gerente de operações da Master Cabos, Rayner Saint Clair, desde dezembro de 2008 técnicos estavam fiscalizando a rede da empresa para identificar possíveis fraudes. "Desde agosto nós recebíamos diversas reclamações de clientes de que estavam sem conexão à internet. Começamos a investigar e descobrimos que alguém estava hakeando a nossa rede, e divulgava sua ação através de um site de relacionamentos da internet", relata.

Segundo Rayner, a Master Cabos tinha 30 megas para operacionalização de seu serviço e em dezembro adquiriu outros 10 megas para tentar solucionar os problemas que seus clientes apresentavam. "Acabamos descobrindo o computador que concentrava as conexões e identificamos que o hacker conseguiu concentrar em sua casa 20 megas de toda a nossa rede. Em determinado dia ele conseguiu pegar todos os 30 megas, e Pouso Alegre ficou sem internet", afirma. Ele ressalta ainda que 92 clientes cancelaram suas assinaturas desde que a fraude começou a ser realizada.

Técnicos da empresa conseguiram identificar o computador do estudante que estava hackeando o sistema da empresa e na última sexta-feira (3/4) apresentaram representação formal contra Luis Felipe na delegacia da cidade. De acordo com a Polícia Civil, no momento da representação contra o estudante, representantes da empresa afirmaram que o jovem permanecia operando a rede e apontaram o horário exato em que ele estaria usando o sistema que criou.

Por meio de um mandado de busca e apreensão, policiais civis foram até a casa do rapaz, que foi preso em flagrante e teve todo o seu material de informática apreendido. "Ele alegou que fazia isso como um desafio pessoal, querendo encontrar falhas em nosso sistema. Nós acreditamos nisso. O que ele não sabia é que mais do que um desafio, sua ação foi um crime", destaca o gerente de operações da empresa.

Segundo o delegado regional Altair Mota Machado, depois de prestar depoimento na delegacia o rapaz foi liberado, e todo o material apreendido na casa dele foi encaminhado para perícia na capital. Se for comprovada a fraude, ele poderá responder processo por estelionato.

A reportagem de O Tempo Online entrou em contato com o advogado Paulo Fernandes, que representa o estudante, mas ele disse que não podia falar sobre o caso. "A parte jurídica está clara para mim, mas preciso entender melhor a parte técnica do caso para que possa falar sobre o assunto. Por isso preciso me reunir mais vezes com meu cliente e enquanto isso ele também não vai se pronunciar", afirmou.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 408 vezes




Comentários


Autor e data do comentário: Flávio Henrique - 16/04/2009 14:13

Será que a Master Cabo está falando a verdade, acho que o rapaz não fez tudo isso não, pois pelo que eu saiba tal empresa não tem idoniedade aqui na cidade, além de que os próprios funcionários dela, ajudam na pirataria de internet



O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal