Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

06/04/2009 - Diário Catarinense Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Mulher cai no "golpe do amor" em São José

Estelionatário conheceu vítima pela internet e fugiu com R$ 3,5 mil em dinheiro.

Policiais civis de São José, na Grande Florianópolis, investigam a ação de um estelionatário que teria feito pelo menos uma vítima do chamado "golpe do amor" no município. O suspeito simula envolver-se emocionalmente com suas vítimas para praticar furtos.

Uma moradora de São José, divorciada há 13 anos, foi lesada em mais de R$ 3,5 mil pelo homem, identificado como Vladir Barreto Pontual. Ela registrou boletim de ocorrência junto à Central de Polícia do município, que apura o caso.

O caso

A mulher, que não quis se identificar, disse que conheceu Pontual por meio de um site de relacionamentos na internet. Ela teria trocado e-mails e mensagens instantâneas com o estelionatário, natural de São Luís (MA), nos últimos três meses.

Recentemente, o homem disse que queria vir conhecer a vítima em Santa Catarina. Dias antes da data da viagem, o estelionatário entrou em contato com a mulher e disse que teria gasto todo o dinheiro que tinha no tratamento de saúde de sua mãe, que acabara de falecer.

— Uns três dias antes a mãe dele teria falecido. Ele me ligava desesperado, chorando, e pedia para que eu não saísse da vida dele, que agora só existia eu na vida dele. Fiquei muito comovida — relembra a mulher, que acabou por custear a passagem aérea para que o namorado virtual viesse conhecê-la.

Pontual ficou 11 dias na casa da vítima em São José, período em que a pediu em casamento.

— Ele fez questão de ligar para minha mãe e pedir "minha mão" em casamento. Falou para minha filha que iria marcar nosso casamento para junho e que o dia seria uma surpresa, a data do aniversário dele — disse a vítima.

Dias depois, Vladir desapareceu. Ele fugiu com duas malas da vítima, uma câmera fotográfica, 40 passes de ônibus, e mais R$ 3,5 mil em dinheiro que a mulher havia confiado a ele.

— O dinheiro tudo bem, a gente recupera, o pior é o emocional. Pensar que eu fui ingênua a este ponto — finaliza.

A polícia catarinense descobriu que o suspeito havia sido condenado em maio de 2007 por estelionato e, há poucas semanas, ganhou liberdade provisória. Ainda não há pistas sobre o paradeiro do homem.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 254 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal