Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

03/04/2009 - ES Hoje Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Procurador Geral de Aracruz é preso sub acusação de fraudar R$ 381 mil

Por: José Maria Batista


A partir da solicitação do Ministério Público do Estado do Espírito Santo (MPES), por meio da Promotoria de Aracruz, a Justiça acatou o pedido de prisão temporária, por cinco dias, de pessoas envolvidas na Operação em Aracruz.

Até às 18h desta sexta-feira (3), seis pessoas, dentre elas o procurador afastado, João Aroldo Cypriano (procurador-geral) e seu filho João Yolando Modessi (foi candidato à vereador em Vitória na última eleição). Junto com eles estão também presos Amantino Gonçalves da Silva Filho, Lino Antônio Broetto, Antônio Luiz Boff e Helio Santos Soares, todos da Secretaria de Suprimentos do município.

Um informante que preferiu não se identificar disse que a pregoeira oficial do município e o funcionário Rubens Devéns também teriam sido presos. A investigação que está em andamento envolve ainda diversas pessoas entre publicitária, vereadores e um secretário municipal, envolvidos no desvio de suprimentos, fraude em contratos e concursos muniipais.

Parte dos mandados de prisão realizados pelo Grupo Especial de Trabalho Investigativo (Geti) foram efetuados na própria prefeitura de Aracruz. Desta forma, o MPES dá continuidade à operação realizada no dia 18 de março com o objetivo de cumprir mandados de busca e apreensão pessoal e domiciliar relativas às ações de improbidade administrativa e criminal em virtude de fraudes, também, em licitações.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 287 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal