Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

03/04/2009 - Jornal de Itupeva Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Depois do RG infantil, delegado barra analfabetos

Por: Ivan Marcos Machado


O processo de emissão da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) pela 24ª Circunscrição Regional de Trânsito (Ciretran) de Jundiaí ficou mais rigoroso. Longas filas tem se formado na recepção do prédio, na rua Cica, na Vila Rami. O motivo é porque o delegado Marco Antônio Ferreira Lopes confere pessoalmente cada um dos pedidos para evitar que analfabetos tirem o documento.

O delegado Marco Antônio já vinha barrando pedidos de novos motoristas que fazem uso do RG com foto infantil. Agora, só pode com foto recente e as auto-escolas precisam informar isso aos seus alunos.

Hora do ditado

De acordo com o delegado, ele percebeu que alguns candidatos não sabiam interpretar algumas sinalizações e resolveu fazer “ditado”, como nas escolas, descobrindo certa quantidade de analfabetos.

Segundo Marco Antônio, até analfabetos tentam renovar carteira ou tirar a primeira habilitação. Para evitar golpes, ele está aplicando o ditado e instalou em frente de sua mesa uma carteira estudantil para o “exercício”.

Marco Antônio mostrou um pedido negado para um rapaz de 18 anos que dizia ter até a 8ª série. O delegado ditou uma frase do livro “Como se tornar um líder servidor” e o cidadão não conseguiu escrever a frase..

Para o delegado, se a pessoa quer dirigir, deve saber ler e escrever, para evitar ser surpreendida por alguma placa de trânsito. “Como ela vai ler norma de trânsito ou placa, se tem dificuldades de interpretação?”

“Estou barrando as pessoas não alfabetizadas. Quando o cidadão chega aqui para pedir a habilitação, precisa preencher um pedido de próprio punho, assinar e colar a foto na frente do funcionário da Ciretran”, para saber que é ela, disse o delegado..

Marco Antônio reconhece que tem agido a “ferro e fogo” para evitar fraudes. “Aqui eu garanto que não vai conseguir carteira de forma irregular. Eu olho tudo mesmo”.

A preocupação do delegado se deve a várias fraudes anunciadas em Ciretrans do Estado, no ano passado.

Atendimento igual

O delegado informa que tem se preocupado com o atendimento ao público e avisa que as renovações de CNHs passaram a obedecer a ordem de protocolo. “As renovações devem ser no mesmo prazo dos despachantes, se for feito pelo particular”, esclareceu.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 329 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal