Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

01/04/2009 - Brazilian Voice Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Presa atendente do RMV que vendia carteiras de motorista a brasileiros

Por: Leonardo Ferreira

Janice Washington, de 48 anos, cobrava US$ 1 mil por pessoa e pode pegar até 15 anos de detenção.

Aproveitando de sua posição como atendente de uma filial do Registry of Motor Vehicles - RMV em Brockton (MA), Janice Washington, de 48 anos, sofre a acusação de emitir carteiras de motorista genuínas a imigrantes ilegais em troca de dinheiro, disseram agentes federais. Ela foi presa no último 19 de março sob a acusação de roubo de identidade. As autoridades alegam que a atendente emitiu as carteiras e as vendeu àqueles que trouxeram-lhe certidões de nascimento e cartões do Seguro Social que pertenciam à outras pessoas.

Uma testemunha que cooperou com as autoridades disse aos agentes do Departamento de Imigração – ICE que somente no ano passado ele apresentou cerca de 30 imigrantes brasileiros a réu, cada um deles portando documentos verdadeiros emitidos para cidadãos norte-americanos nascidos em Porto Rico.

Em troca de US$ 1 mil por pessoa, a atendente dava aos aplicantes testes escritos em português – não inglês ou espanhol, ambos idiomas oficiais de Puerto Rico – então, emitindo as carteiras, segundo declarações dadas à Corte pela agente federal especial Dana Fiandaca.

A réu trabalhava na filial de Quincy (MA), antes de ser realocada para Braintree (MA), quando a filial foi transferida pelo RMV no último verão, segundo o porta-voz do órgão. Ela apresentou-se à Corte Federal de Boston no último 19 de março.

Caso seja considerada culpada, ela pode pegar até 15 anos de prisão, seguidos de 3 anos de liberdade condicional e multa de US$ 250 mil, segundo a promotoria pública.

Agentes especiais membros de uma força tarefa que investiga fraudes em serviços fornecidos pelo Estado souberam de Janice há dois meses atrás através de um imigrante brasileiro cujo nome não foi citado nos papéis da Corte. Esse mesmo brasileiro havia sido preso ano passado em Framingham (MA) por vender certidões de nascimento de Puerto Rico e cartões do Seguro Social a imigrantes ilegais e enfrentava a acusação de roubo de identidade, entre outras.

Trabalhando em conjunto com representantes do RMV e a Polícia Estadual, agentes federais descobriram que Janice havia processado documentos de 34 carteiras das 36 aplicações em Massachusetts de indivíduos que falavam português, mas que apresentaram documentos emitidos em Porto Rico entre agosto de 2007 e janeiro de 2008, disseram as autoridades. As autoridades não divulgaram quem estava envolvido nas outras duas aplicações.

O RMV afastou a réu das funções sem direito à remuneração e planeja demiti-la independente do resultado do julgamento, disse a porta-voz Ann Dufresne.

A chefe do Departamento de Veículos Auto Motores, Rachel Kaprielian, emitiu um comunicado no qual avisa aos motoristas que o caso de Washington não envolve o uso indevido de informações pessoais ou dinheiro dos contribuintes. Ela também citou a política de “tolerância zero” contra fraude e outras atividades criminosas com relação aos 800 funcionários do órgão.

A réu trabalhava no RMV desde janeiro de 2005. A Juiza Marianne B. Bowler liberou Janice após ela ter pago uma fiança de US$ 25 mil.

O estado de Massachusetts exige que os aplicantes para a carteira de motorista sejam residentes legais no país.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 222 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal