Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

30/03/2009 - Gazeta Mercantil / Investnews Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Vítimas de Madoff começam a receber


Nova York, 30 de Março de 2009 - A agência que está liquidando o negócio de corretagem de Bernard Madoff afirmou que tem em mãos US$ 2,6 bilhões, dinheiro que seria suficiente para satisfazer as reclamações legítimas das vítimas de seu esquema de pirâmide financeira de US$ 65 bilhões. A Securities Investor Protection Corporation (SIPC, sociedade de proteção ao investidor de valores) está lançando mão de um cálculo que os investidores poderão contestar na Justiça. A agência possui o dinheiro em um fundo financiado pelo setor e por ativos recuperados para indenizar os cerca de 5 mil clientes de Madoff dentro do valor máximo permitido por seu regulamento, afirmou em entrevista o presidente da SIPC, Stephen Harbeck.

A SIPC possui US$ 1,6 bilhão em um fundo designado para o reembolso dos clientes lesados pela fraude de Madoff, no valor de até US$ 500 mil, e mais US$ 1 bilhão recuperados das contas bancárias da companhia de Madoff pelo administrador Irving Picard, encarregado de liquidar os bens do ex-investidor, afirmou Harbeck. "Eu acredito que há dinheiro suficiente na SIPC para satisfazer todas as reclamações", afirmou Harbeck.

Confisco de US$ 170 milhões

Madoff está preso cumprindo uma sentença de 150 anos depois de ter confessado, no último dia 12 de março, sua culpa no esquema de pirâmide financeira, quando utilizou o dinheiro de novos investidores para pagar os antigos, atingindo investidores em todo o mundo e tão distintos quanto o diretor de cinema Steven Spielberg e a Universidade de Nova York. Os promotores públicos esperam ainda confiscar US$ 170 milhões do patrimônio pessoal de Madoff - até agora já foram identificados mais de US$ 100 milhões, o que inclui imóveis, carros, barcos e joias.

A Lei de Proteção ao Investidor de Valores, aprovada em 1970 para defender contas e garantir a confiança no mercado, encoraja a SIPC a compensar os clientes de Madoff pela perda de seus lucros e do principal, defenderam especialistas em legislação e vítimas de Madoff, como Helen Chaitman, advogada da Phillips Nizer, que está oferecendo consultoria gratuita a 350 investidores que também foram alvo do esquema de pirâmide.

A SIPC deveria garantir o pagamento integral às vítimas de Madoff, incluindo os lucros fictícios registrados nos extratos enviados a seus clientes ao longo dos últimos 20 anos, afirmou Helen, que perdeu toda a sua aposentadoria ao investir na companhia de Madoff. A família Biondi, que perdeu "um pouco menos de US$ 1 milhão" com a pirâmide ainda não registrou queixa junto à SIPC, afirmou Adriana Biondi, que vive com uma amiga no estado da Flórida (EUA) desde que perdeu todas as suas economias. "Nós precisamos pensar em nossas estratégias", afirmou Adriana, que faz parte do grupo que esta sendo aconselhado por Helen.

Até o momento o administrador Picard autorizou o pagamento de 12 reclamantes, cada um dos quais recebeu US$ 500 mil, segundo o seu site (www.madofftrustee.com). Helen pediu a Picard e Harbeck que "divulguem diariamente no site o número de pedidos registrados e as quantias pagas pela SIPC". "Levantando em conta as circunstâncias financeiras desesperadoras enfrentadas por inúmeros investidores, nós gostaríamos de acompanhar a sua posição acerca do andamento dos processos para o pagamento de indenizações às vítimas de Madoff", pediu Helen.

Sem dinheiro, sem emprego

Sharon Lissauer, ex-modelo da Leggs Pantyhouse que perdeu todas as suas economias do tempo em que trabalhava como modelo e a herança que recebeu de sua mãe em uma conta de Madoff, está procurando trabalho para pagar suas contas, enquanto aguarda uma carta da Picard informando sobre sua indenização. No entanto, "ainda não chegou nenhuma carta", afirmou Sharon. "Está difícil arrumar trabalho como modelo e estou enfrentado problemas para arcar com minha contas", disse.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 203 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal