Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

06/11/2006 - rondonoticias Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Polícia Federal quer reprimir atestado falso no INSS



Após obter indícios de que agenciadores de receitas médicas falsas se fazem passar por acompanhantes de segurados do INSS que solicitam auxílio-doença, a Delegacia de Combate a Crimes Previdenciários da Polícia Federal quer mais rigor na identificação de quem tem acesso aos consultórios. A idéia é que o acompanhante tenha que apresentar documentos.

Segundo a polícia, os agenciadores fazem questão de acompanhar a perícia para garantir que o segurado consiga fraudar a Previdência.A Polícia Federal sugere que o documento de identidade dos acompanhantes seja fotocopiado e registrado no INSS.

Segundo representantes federais, outra medida para acabar com atestados falsos e atravessadores seria a criação de certificação especial para atestados que se destinam a pedidos de auxílio-doença ou de aposentadoria por invalidez.

Foi revelado, no domingo passado, que laudos falsos são apresentados diariamente aos cerca de 4.800 peritos do INSS. Por precaução, a Associação Nacional dos Médicos Peritos orienta os profissionais a acessar o portal www.cfm.org.br durante o exame e checar se o número do registro médico está ativo e se corresponde a quem assina o laudo.

Para a associação, os peritos devem rejeitar cópias de atestados com rasuras, pois podem ser montagens. Acompanhantes também devem ser proibidos de entrar nos consultórios.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 418 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal