Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

29/03/2009 - clicabrasilia.com.br / Jornal de Brasília Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Presos clonadores de cartões

Por: Saulo Araújo


A polícia colocou atrás das grades dois líderes de uma quadrilha especializada em clonagem de cartões de crédito e débito no DF. As prisões de Ismael de França Santos, 31 anos – o Chin – e João Alves de Brito Clemente, 22 anos, ocorreram no Paranoá. Na residência do primeiro, os agentes encontraram 60 cartões e um vasto material de falsificação: impressoras, computadores e aparelhos "chupa-cabras". Já na residência de João Alves, além de alguns cartões, foram apreendidos uma pistola ponto 40 e R$ 3.297 em espécie, que o estelionatário acabara de sacar.

O que mais surpreendeu o chefe da 6ª Delegacia de Polícia (Paranoá), Miguel Lucena, foi a ousadia dos criminosos. Segundo o delegado, eles usavam uniformes de transportadoras de valores para manusear os caixas-eletrônicos. Enquanto um dava cobertura do lado de fora, o outro instalava o chupa-cabras. Em alguns casos, pregavam uma micro-câmera no alto dos caixas-eletrônicos para filmar a senha dos usuários. "Não sabemos ao certo quantas vítimas eles fizeram, mas com certeza foram muitas, porque só num dia encontramos 60 cartões clonados", disse Lucena.

As prisões de Ismael e João ocorreram na Quadra 333 do Condomínio Del Lago, no Itapoã e na Quadra 7 do Paranoá, respectivamente, pela Polícia Militar, mas a Polícia Civil já monitorava os passos deles há seis meses. "Eles são apenas a ponta do iceberg", alerta o delegado. "Sabemos que se trata de uma grande organização criminosa que está tentando fazer desta região o quartel-general da clonagem de cartões, mas nós não vamos permitir que isso aconteça aqui". Ele já identificou contatos da dupla no Paraná. "Eles têm contato lá. Viajam constantemente para o Sul do país e acreditamos que tenha gente do Paraná envolvida no esquema. Parece ser uma quadrilha grande e bem estruturada", complementa.

Os dois já são velhos conhecidos da polícia brasiliense e acumulam passagens por estelionato, roubo e furto. Desta vez, eles responderão por formação de quadrilha e furto mediante fraude para cada cartão clonado. João ainda foi indiciado por porte ilegal de arma de fogo.
Prevenção

As fraudes e as clonagens de cartões já fazem parte do dia a dia e preocupam quem aprecia praticidade do dinheiro de plástico. Para evitar dor de cabeça, é bom seguir algumas dicas de prevenção. Uma cartilha do Instituto Brasileiro de Estudo e Defesa das Relações de Consumo (Ibedec) alerta para alguns cuidados especiais na hora de utilizar o cartão em lojas, postos de combustíveis ou qualquer outro estabelecimento.

Na hora da compra, a orientação é nunca perder de vista o seu cartão. Acompanhe o funcionário até a máquina onde será feita a operação. Cuidado com esbarrões ou encontros acidentais. Se isso ocorrer, verifique se o cartão que está em suas mãos é realmente o seu. Em operações em caixas-eletrônicos, observe ao redor e jamais aceite ajuda de desconhecidos.

Caso o cartão fique retido na máquina, não digite a senha novamente. Aperte as teclas anula e cancela e comunique, imediatamente, à operadora ou ao banco. Outra dica importante do Ibedec é ter cuidado com ligações de alguém dizendo ser funcionário do banco e pedindo sua senha: não a digite e contate a instituição financeira. Por último, na hora de receber o envelope com o cartão, via Correios ou empresa de transporte, não aceite se o documento estiver violado. "São algumas dicas importantes que, se seguidas ao pé da letra, podem evitar complicações", ressalta o delegado Miguel Lucena.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 605 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal