Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

28/03/2009 - Diário de Cuiabá Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Falso sequestro mobiliza helicóptero

Por: Joanice De Deus


Pelo menos cinco viaturas e a equipe da Coordenadoria de Operações de Patrulhamento Aéreo (Ciopaer) da Polícia Militar foram mobilizadas ontem pela manhã, em Cuiabá, para atender denúncia de um seqüestro. Mas, ao chegar ao local, a polícia descobriu que se tratava de uma falsa ocorrência, o chamado trote.

De acordo com o comandante do Ciopaer, major Hewerton Mourett, a denúncia foi feita ao Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciops). A informação era de que uma pessoa tinha sido vítima de um sequestro em apartamento, no bairro Bosque da Saúde. “O sequestro estaria em pleno andamento. Mas quando as viaturas chegaram verificou-se que o fato não era verídico. Era trote”.

Conforme Mourett, do local do deslocamento da aeronave até o Bosque da Saúde levou-se cerca de meia hora, num prejuízo de dinheiro público calculado em R$ 2 mil. Isso sem falar no desgaste da equipe. “Gera um certo estresse”.

O Ciopaer é pego por duas ou três ocorrências falsas como essa por mês. “A maioria é em Cuiabá. Já tivemos situações de roubo a banco, de veículo roubado e com sequestrado a bordo, mas que não se confirmaram”. Em 2008, o Ciops registrou cerca de 240 mil trotes entre as ligações feitas aos serviços de emergência da Polícia Militar (190), Corpo de Bombeiros (193) e Polícia Judiciária Civil (197). O volume corresponde a quase 20% do total de 1,3 milhão de chamadas.

A maioria das ocorrências falsas é feita por crianças e adolescentes, principalmente, no horário de saída das escolas. As ligações recebidas pelo Ciosp são rastreadas e gravadas. Além de um desserviço público, o trote é enquadrado como crime, tipificado no Código Penal (CP). O artigo 266 do CP prevê pena de detenção de um a três anos e multa.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 180 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal