Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

27/03/2009 - Cosmo Online Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Homem forjou o próprio sequestro em Nova Odessa

O auxiliar de produção, Emerson Luis de Souza, de 26 anos, tentou receber R$ 5 mil da patroa, uma veterinária.

Um auxiliar de produção foi preso na noite de quarta-feira em Nova Odessa acusado de forjar o próprio sequestro. Emerson Luis de Souza, de 26 anos, fez ligações do celular para tentar extorquir a patroa, uma veterinária de 34 anos. Disse que havia sido sequestrado por homens armados em Campinas e que eles exigiam R$ 5 mil para não o matá-lo e incendiar o carro da empresa. Policiais da Delegacia Especializada Antissequestro (Deas) de Campinas passaram a acompanhar o caso e descobriram a farsa no mesmo dia.

O primeiro contato foi feito por volta das 12h. De acordo com investigadores do Deas, o rapaz dizia estar preso em um quarto escuro e com as mãos amarradas. Após mais algumas ligações feitas por ele, os policiais perceberam que as declarações não batiam e começaram a desconfiar do caso. Um dos motivos foi que, apesar de Souza dizer que estava trancado em um quartinho, as ligações rastreadas do celular eram feitas de locais diferentes.

Pouco tempo depois de a patroa conversar pela última vez com Souza e dizer que não ia pagar o resgate porque a equipe da Deas tinha assumido a ocorrência, ele ligou novamente e disse que havia sido libertado em uma chácara em Nova Odessa.

O investigadores foram até o local e encontraram Souza ao lado da Fiorino da empresa, que é de Americana. Escondido na meia, os policiais encontraram o celular usado para se comunicar com a patroa. “Ele contou sua versão e insistiu nela. Nós tínhamos provas de que ele estava mentindo. No final, acabou admitindo a farsa quando foi confrontado com as evidências”, disse um investigador que pediu para não ser identificado. Souza foi levado para a Cadeia Pública de Sumaré e vai responder a processo por tentativa de estelionato.

De acordo com o investigador do Deas, são muitos os casos de pessoas que forjam o sequestro. Pelo menos um por semana. Uns querem dinheiro, outros uma desculpa para uma eventual “pulada de cerca”.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 199 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal