Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

06/11/2006 - Gazeta Digital Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Casas de câmbio aliciam pessoas pobres


Pelo menos dez casas de câmbio de São Paulo são usadas em de operações fraudulentas de câmbio, esquema revelado pelo Jornal da Tarde na semana passada. Moradores de albergues recebem R$ 10 para servirem de laranjas aos operadores da fraude. Desses locais, quatro ficam em bairros nobres da cidade. 'Chega a ser engraçado ver aquela gente mal vestida e cheirando a pinga saindo dessas casas', disse um aliciador. Na hierarquia do golpe, que usa os RGs, CPFs e assinaturas de moradores de albergues em processos ilegais de compra e remessa de dólares, os doleiros ocupam o topo. São eles que 'contratam' pessoas para gerenciar o aliciamento dos moradores de albergues. Cada gerente recebe dos doleiros R$ 70 por laranja aliciado. Abaixo dos gerentes estão os aliciadores. Eles ganham R$ 35 por dia para arrumar os laranjas. São os gerentes que pagam os aliciadores e desembolsam as remunerações dos laranjas. Todos os dias, os doleiros calculam quantos laranjas vão precisar em cada casa de câmbio e avisam os gerentes. De dentro das casas de câmbio, eles, então, ligam para os aliciadores. O esquema existe há pelo menos dois anos. Durante as manhãs, os aliciadores se reúnem perto do Teatro Municipal à espera dos comandos dos gerentes, passados por celular. Há gerentes que têm até dois aliciadores trabalhando para ele. Na terça-feira, a reportagem flagrou um dos aliciadores. Vestindo camisa branca e camiseta escura por baixo, Jorge segura a senhas a serem distribuídas. São papéis com o retrato de Che Guevara.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 478 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal