Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

25/03/2009 - EPTV.com Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Golpe do trabalho faz mais 36 vítimas na região

Trabalhadores do NE são abandonados em Santa Bárbara.

Trinta e seis trabalhadores rurais do Nordeste foram enganados com falsas promessas de trabalho na região de Campinas. O Ministério Público do Trabalho acionou a polícia pedindo um inquérito para apurar responsabilidades. A Procuradoria pretende oferecer denúncia contra o intermediário e também à empresa que teria contratado o serviço.

O Caso

O grupo deixou o Maranhão com destino a Conceição de Alagoas, em Minas Gerais. Quando chegaram, viram que não havia trabalho algum. “Quando nós chegamos lá não tinha trabalho nenhum “, disse o trabalhador Cristiano Corrêa. Eles pagaram R$ 250 cada um com a promessa de trabalho, o que se revelou uma fraude. O homem que prometeu serviço ainda os encaminhou para Santa Bárbara d´Oeste, na região de Campinas. “Ele prometeu que arrumaríamos trabalho aqui nesta cidade e uma casa para nos alojar”, completou Corrêa. “Saímos em busca de uma casa para alugar, mas não temos fiador”, afirmou o também trabalhador rural recém-chegado do Nordeste Carlos César Coelho.

Sem um endereço para dormir, eles passaram a noite e o dia na rodoviária da cidade. Segundo o secretário de Segurança e Trânsito, Paulo Jodas, a Prefeitura de Santa Bárbara está providenciando alimentação e um local para repouso.

Quinze deles conseguiram trabalho em Monte Mor.

De acordo com o Sindicato Rural, eles encontram dificuldade para encontrar trabalho porque as usinas da região só contratam se eles tiverem contrato de trabalho, demissão e exames anteriores registrados na Carteira de Trabalho. Ainda de acordo com o sindicato, seriam necessários R$ 7 mil para mandá-los de volta ao Nordeste.

Foragido

O homem que os trouxe do Nordeste, conhecido como Wellington, continua foragido. Ele pode responder pelo crime de aliciamento, com pena prevista de 1 a 3 anos de cadeia.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 175 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal