Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

28/10/2006 - O Povo Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Fundadores de Igreja depõem e se complicam


Convocados para depor no processo que apura denúncia de que teriam praticado crimes de estelionato, lavagem de dinheiro e falsidade ideológica, o apóstolo Estevam Hernandes Filho e a bispa Sônia Haddad Fernandes - fundadores da Igreja Renascer em Cristo - afirmaram que possuem dezenas de negócios privados abertos no mesmo endereço da Igreja e com o mesmo CPF porque são "empreendedores".

Em tramitação na 1ª Vara Criminal de São Paulo, o processo tenta averiguar onde terminam os limites entre os cofres da Igreja e o patrimônio pessoal de seus fundadores. Até agora, resultou no bloqueio de bens e quebra do sigilo bancário do casal Hernandes e outros quatro sócios em dez empresas que, de acordo com os promotores, foram usadas para lavar dinheiro arrecadado pelos fiéis.

A reportagem teve acesso ao conteúdo dos depoimentos prestados em 15 de setembro. Neles, o apóstolo e a bispa forneceram uma informação que rendeu nova linha de investigação para o Ministério Público. Desta vez, por suspeita de apropriação indébita.

Trata-se da afirmação, feita por Hernandes, de que a maior torre de retransmissão do País, erguida na Avenida Paulista, "nada tem a ver com a Renascer". A torre citada pelo bispo ficou pronta no ano passado com a ajuda de doações de fiéis que compraram carnês da campanha "Desafio da Torre", lançada simultaneamente em 1.500 templos.

No site da Renascer, o igospel.com.br, a torre aparece como grande feito de uma Igreja que conseguiu se expandir apostando na evangelização eletrônica e hoje tem uma rede de TV e rádio que chega a 74% do território nacional.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 443 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal