Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

16/03/2009 - Portal Terra Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Polícia prende 5 suspeitos de clonagem de cartões no Rio

Por: Anderson Ramos


Policiais civis da Delegacia de Atendimento ao Turista (Deat) do Rio de Janeiro prenderam nesta segunda-feira cinco suspeitos de clonagem de cartões de crédito e cartões bancários. A quadrilha, segundo a polícia, agiria em vários pontos do Estado, há pelo menos sete anos, e teria dado prejuízo de mais de R$ 350 mil a instituições financeiras com a fraude.

A operação, denominada Crédito Fácil, tinha como objetivo cumprir um total de nove mandados de prisão e dez de busca e apreensão. A operação encerrou com cinco presos. Foram feitas buscas nos bairros Tijuca, Recreio dos Bandeirantes, Barra da Tijuca, Jacarepaguá, Inhaúma, Engenho da Rainha e Engenho de Dentro, no Rio de Janeiro, e em duas cidades da Baixada Fluminense, São João de Meriti e Duque de Caxias.

De acordo com o delegado Fernando Veloso, da Deat, o chefe da quadrilha seria Rogério Antunes Cerqueira, 28 anos, preso no Recreio dos Bandeirantes. Ainda segundo o delegado, a quadrilha utilizava um equipamento chamado chupa-cabra para obter informações sobre os cartões. O dispositivo era instalado em caixas eletrônicos e em estabelecimentos comerciais e capturava os dados dos clientes no momento em que eles inseriam os cartões nos equipamentos.

Entre os presos estão funcionários de uma empresa que presta serviço às operadoras de cartões de crédito. Eles enganavam donos de estabelecimentos, segundo a polícia, afirmando que havia sido solicitada a troca dos terminais de cartão de crédito - assim era feita a troca de um equipamento normal por aquele que possuía o "chupa-cabras".

Foram apreendidos vários cartões de crédito e bancários, documetnos falsificados, vários computadores e uma pistola de brinquedo. Segundo a polícia, a quadrilha usava os roubados para fazer compras no Brasil e também na Argentina.

No Engenho da Rainha, os policiais da Deat contaram com o apoio da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core), a tropa de elite da Polícia Civil, e de um veículo blindado, conhecido como caveirão. Apesar de a polícia considerar o local uma área de risco, não houve confrontos.

De acordo com informações do portal JB Online, homens das delegacias de Copacabana e Leblon e da Coordenaria de Recursos Especiais (Core) participaram da operação.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 188 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal