Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

11/03/2009 - IDG Now! Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Grupo antiphishing desenvolve formato para relatar golpes online

Por: Jeremy Kirk


Estrasburgo - Relatórios de phishings serão feitos em arquivos XML, o que permitirá a criação de banco de dados para identificar ataques.

Um grupo dedicado a combater a prática de phishing criou um modo mais simples de reportar crimes digitais à polícia e outras organizações. A Anti-Phishing Working Group (APWG) desenvolveu um formato de arquivo para que os crimes online sejam relatados sem ambiguidade, com suporte a diferentes idiomas, que aceite malwares anexados e consiga classificar o tipo de fraude e a empresa que estava sendo atacada.

Peter Cassidy, secretário geral da APWG, diz que o maior desafio para pôr as leis contra crimes eletrônicos em prática é enfrentar a falta de um sistema de alerta coerente. A extensão escolhida foi a XML, baseada no Instant Object Description Exchange Format (IODEF) e que já tem sido amplamente usada por profissionais de TI em todo o mundo. Como o XML pode ser aberto em qualquer browser de internet e em vários outros aplicativos, fica fácil gerenciar grandes quantidades de informações a respeito de golpes.

A APWG criou algumas extensões para o IODEF para cobrir necessidades como classificação dos alertas e a criação de bancos de dados. "Podemos começar a construir máquinas para fazer grande quantidade desse trabalho por nós", disse Cassidy.

Por exemplo, se uma agência da polícia quiser todos os relatórios de um ataque phishing de uma certa empresa, outra agência pode simplesmente fazer uma busca em seu banco de dados e compartilhar essa informação rapidamente, permitindo uma resposta mais rápida ao cibercrime.

"A grande ideia de ter um formato de arquivo em comum é que a informação pode chegar a ser compartilhada de modo automático", disse Cassidy, acrescentando que se o formato não for adotado de maneira ampla, coletar relatórios de crimes eletrônicos vai continuar sendo um processo longo.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 157 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal