Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

25/02/2009 - Folha de São Paulo / BBC Brasil Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Itália prende 50 brasileiros por falsificação de documentos

Por: Guilherme Aquino


A polícia da Itália prendeu um grupo de 50 brasileiros acusados de produção e uso de documentos falsificados. As prisões ocorreram durante uma operação realizada entre domingo e segunda-feira na Província de Mantova, no norte da Itália.

Os suspeitos foram surpreendidos pelos policiais em casas e apartamentos alugados nas cidades de Mantova, Porto Mantovano, Virgilio, Quistello e Curtatone. Não houve resistência e nenhum brasileiro tentou fugir ao cerco policial.

Cerca de 100 policiais e 30 guardas municipais participaram da operação. Não foram divulgados os nomes dos suspeitos detidos.

O grupo é acusado de falsificar passaportes, carteiras de identidade e de motorista de Portugal e da Espanha, países da União Europeia. Os policiais apreenderam mais de cem passaportes e carteiras de identidade e de motorista.

Urgência

Com esses documentos, brasileiros ilegais na Itália podiam ir a uma agência dos Correios para regularizar a situação no país. Eles recebiam, então, um kit de acesso para dar entrada à permissão de estadia e à carteira de acesso gratuito ao sistema de saúde do país.

Como "cidadão comunitário", o brasileiro irregular poderia trabalhar e viver na Itália sem maiores problemas. A policia encontrou 48 kits com diferentes integrantes da quadrilha.

De acordo com as autoridades, o golpe custava cerca de 3 mil euros (cerca de R$ 9 mil) para os clientes. O valor variava dependendo da urgência e do tipo de documentação.

Entre os 50 brasileiros flagrados pela polícia italiana na operação de segunda-feira estavam homens, mulheres e transexuais. Do total, 29 receberam ordem de expulsão do país -eles têm cinco dias para ir embora.

Dois foram presos por não respeitar o prazo para deixar a Itália, uma vez que já tinham sido notificados anteriormente. Os outros brasileiros envolvidos vão responder, em liberdade, ao inquérito conduzido pelo procurador adjunto Giulio Tamburini.

Investigação

Durante as investigações, a polícia cruzou os pedidos de residência e de carteira de saúde pública -que dá acesso aos tratamentos médicos públicos- em todos os municípios da região de Mantova.

"O golpe vinha sendo investigado há alguns meses. Chegamos até a quadrilha depois que um brasileiro foi detido em uma operação de rotina com um documento falso", disse uma fonte da Questura de Mantova -instituição policial responsável pela operação- à BBC Brasil.

No final de 2007, quatro jovens brasileiros em um carro foram parados em uma "batida" policial de rotina, em Curtatone. O veículo não tinha sido submetido à revisão bienal obrigatória.

Ao receber a multa, o proprietário apresentou uma carteira de motorista espanhola. Os policiais desconfiaram do documento e descobriram que a marca d'água era falsa. O mesmo ocorreu com uma carteira de identidade apresentada por um dos passageiros.

Agora, os investigadores querem descobrir a origem dos documentos, a gráfica em que eles eram impressos e se existe alguma ramificação com quadrilhas no exterior.

Em janeiro de 2009, a polícia espanhola desmontou um esquema semelhante de falsificação de documentos.

Na chamada "Operação Carioca", 33 brasileiros foram presos e descobertos cinco laboratórios usados para a emissão dos passaportes e das carteiras de identidade de vários países, entre eles a Itália.

Tecnologia

A polícia italiana tem se equipado para coibir este tipo de crime. As patrulhas rodoviárias usam sofisticados aparelhos capazes de identificar as mínimas deformações do documento exibido em relação ao original.

Para descobrir a carteira falsa, eles usam raios infravermelhos e ultravioletas, além de micro-câmeras especiais e da observação com lentes de aumento e microscópio iluminado. Os policiais colocam à prova os sistemas de segurança dos documentos para verificar se são autênticos.

A falsificação de documentos é um dos crimes mais comuns na Itália e quase todos os dias surge uma denúncia nos jornais. A fraude atinge também o mundo do futebol. Para driblar a cota permitida de jogadores extra-comunitários, alguns dirigentes de clubes apelam para o submundo com o objetivo de facilitar a imigração de jogadores.

Um processo no tribunal de Vicenza, em que sete jogadores brasileiros de futebol de salão estão envolvidos em um escândalo de passaportes falsos, está chegando agora na sua fase final.

A Itália, junto com Portugal, é um dos países que mais recebe imigrantes brasileiros. De acordo com dados oficiais, os brasileiros legalmente presentes em território italiano somam cerca de 60 mil. Não existem dados sobre os brasileiros irregulares no país.

Desde que assumiu o poder, o governo do primeiro-ministro Silvio Berlusconi tem endurecido as medidas contra os clandestinos e dificultado a entrada de estrangeiros no país.

Segundo dados do Ministério do Interior, somente nos primeiros sete meses do ano passado, 4.082 estrangeiros irregulares foram expulsos da Itália, um aumento de 15,2% em relação ao mesmo período de 2007 -outros 3.810 foram barrados nas diferentes fronteiras italianas.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 274 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal