Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

24/02/2009 - Na Hora Online Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Notas falsas produzidas em Ouro Preto são apreendidas e trio é preso pelo GOE/2º BPM

Por: Carlos Terceiro


O Grupamento de Operações Especiais da Polícia Militar em Ji-paraná, prendeu na noite do último domingo em Ouro Preto do Oeste, Rondônia,Elias Servelliere Pereira, Orlando Santos Pereira e Adriano de Sousa Cardoso, acusados de portarem dinheiro falso e estarem passando para comerciantes naquele município.

De acordo com informações do subtenente Pedro Cabeça Sobrinho, comandante do GOE, na noite do último domingo, realizava policiamento na praça da liberdade na cidade de Ouro Preto Do Oeste –RO, quando um popular procurou a guarnição e mostrou dois elementos que estavam passando Nota de Dinheiro falso nas barracas e bares existentes na praça e proximidades.

Ao realizar a busca pessoal os policiais militares encontraram no bolso de Elias Servellieri Pereira, 19, uma nota de R$ 50,00 – residente em Ji-paraná - e na carteira de Orlando Santos Pereira, 40, - residente em Jaru - uma nota falsa de R$ 50,00, quatro notas falsas de R$ 2,00.

Os acusados declararam que juntamente com outro elemento de nome Adriano, tinham confeccionado as notas no computador de Adriano, na residência dele (Adriano) que fica na Av. Ademir Ribeiro, Jardim Aeroporto I, na cidade de Ouro Preto Do Oeste – RO.

Diante da informação foi realizada diligência e confirmada a falsificação. Foi apreendido um computador notebook, impressora e demais materiais utilizados para confecção das notas. Elias declarou também que alem das notas de R$ 50,00 e R$ 2,00, foram confeccionadas notas de R$ 10,00 que não foram localizadas. Adriano de Souza Cardoso, 26, também foi localizado na residência preso e conduzido para a delegacia, onde foi lavrado o flagrante.

Na Delegacia Adiando declarou que já foi preso por roubo na cidade de Nova União, e foi condenado a seis anos de reclusão, porém não foi possível confirmar se ele havia pago à pena. Alem do comandante a guarnição estava composta por Cabo PM Moises, PM Doraci, PM Alex e PM Cleverson.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 183 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal