Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

24/10/2006 - Jornal da Tarde Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Crédito sumiu? Pode ser clonagem


Alguns consumidores lêem com atenção os contratos que assinam e fazem pesquisas de preço antes de comprar um produto, mas nem sempre está ao seu alcance evitar problemas como a clonagem de celular. Mesmo com a alta tecnologia usada na comunicação móvel, o sistema ainda é vulnerável a ataques. Vários leitores do JT, clientes da Vivo, relataram casos de clonagem à coluna Advogado de Defesa entre o final de junho e setembro. A Assessoria de Imprensa da Vivo explica que nem todos os casos citados como clonagem pelos consumidores são, de fato, clonagem. 'Podem ser outras fraudes, erro de sistema ou cobrança indevida.'
Sobre o aumento de registro de reclamações na coluna, a Vivo afirma que 'o número de fraudes vem decrescendo na comparação com o mesmo período do ano passado (janeiro a julho): houve uma redução de 59,7%'. A empresa garante que não há prejuízos para os consumidores 'uma vez que a Vivo assume todos os custos sobre as ligações geradas indevidamente pelos fraudadores'.
Uma das pessoas que tiveram a linha clonada foi Irene Shiraiva. 'Meu celular é pré-pago. Coloquei R$ 100 em créditos e, 4 dias depois, ao tentar ligar para minha mãe, uma gravação disse que eu não tinha saldo suficiente. Contatei a Vivo, reclamei e nada.' Em resposta, a operadora afirma que 'faz o monitoramento de possíveis fraudes e, uma vez detectada a irregularidade, o cliente é contatado. Neste caso, todas as providências para inibir irregularidades foram adotadas: alteração do número da cliente e ajuste dos valores cobrados indevidamente'. Irene confirma a mudança no número e recebeu os créditos corrigidos monetariamente.
No caso de Fábio Pazzotti, o indício de fraude também foi a diminuição rápida de seus créditos. 'Além disso, quando eu tentava fazer ligações só dava ocupado', descreve. O consumidor procurou a empresa e foi confirmada a clonagem, quando sugeriram a mudança do número ou a troca do aparelho. 'Troquei de celular, mas demoraram para devolver meus créditos', queixa-se.
Dalmir Medeiros tomou um susto ao ver sua conta de celular: 68 ligações internacionais. 'Falei com os Departamentos de Clonagem e de Faturamento. Disseram que o caso não era de clonagem, mas não souberam explicar o que era.' A companhia diz que 'os valores cobrados indevidamente de Dalmir foram cancelados e a situação de seu celular, regularizada.'
Stella Ferraz tinha dois celulares da Vivo e teve um deles clonado. Foram providenciadas duas mudanças de número que não surtiram efeito. 'Decidi não mais usar a linha e as faturas seguintes passaram a vir com o valor mínimo, mas, meses depois, chegou uma fatura com valor altíssimo referente a chamadas feitas para cidades para as quais nunca telefonei. Não paguei.' Stella voltou a reclamar e prometeram cancelar as cobranças e a linha. 'Imaginei que estava tudo bem porque passei a receber faturas zeradas dessa linha e cobranças normais da outra até enviaram uma carta avisando que meu nome poderia ser incluído na Serasa e fiquei sem entender nada.' A Vivo respondeu que 'as providências para inibir irregularidades já foram adotadas e a linha em questão, cancelada.' Stella conta que a linha clonada foi cancelada e a outra está ativa.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 527 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal