Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

21/02/2009 - Gazeta de Ribeirão Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Golpe no comércio usa nome da Prefeitura

Por: Gabriela Yamada

Estelionatários dizem que são funcionários públicos e vendem espaço em eventos.

Ao menos três pessoas estão envolvidas em um golpe de estelionato onde empresários de Ribeirão Preto são enganados por um homem que afirma ser funcionário da Prefeitura e comercializa eventos de cunho social. Gravações do circuito interno de um estabelecimento localizado no bairro Nova Ribeirânia mostram um casal e um mototaxista supostamente envolvidos no golpe. A gravação foi feita em setembro do ano passado, quando o casal foi até o local para colher assinaturas em um abaixo-assinado que previa o rebaixamento da calçada de uma praça. “Na semana seguinte o rapaz me telefonou, disse que trabalhava na Prefeitura e que estava buscando patrocínio para um evento”, afirmou a proprietária do estabelecimento, que não quis ser identificada.

O evento ofereceria à população atendimento gratuito em cortes de cabelo, atendimentos judiciários, fotografias para documentação, atividades culturais e sociais e shows. Em contrapartida, os estabelecimentos teriam expostas suas marcas em banners. A empresária pagou R$ 200 a um mototaxista, que foi buscar o dinheiro. Ela recebeu um recibo com o timbre da Prefeitura e a assinatura de Paulo Sérgio M. Santos. Uma das últimas vítimas do golpe pode ter sido o proprietário de um boxe no Mercadão da Cidade, que foi procurado anteontem pelo rapaz que se identificou como José Augusto M. Soares. O empresário conseguiu sustar a tempo um cheque de R$ 150 e registrou B.O.

A Secretaria Municipal da Cultura informou que não comercializa nenhum evento e que já recebeu a denúncia de cinco empresários, que foram orientados a registrar boletim de ocorrência. A preocupação é com o Carnaval: no ano passado, o golpista vendeu convites para o camarote da Prefeitura, no sambódromo.

Em julho de 2005, o ex-funcionário da Secretaria da Cidadania José Roberto Ricci foi preso em flagrante pela Delegacia de Investigações Gerais (DIG) pela golpe, com características semelhantes.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 228 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal