Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

19/02/2009 - Folha de São Paulo / EFE Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

FBI investiga se magnata envolvido em fraude lavava dinheiro de traficantes


O FBI (Polícia Federal americana) investiga o milionário texano Robert Allen Stanford, acusado de um esquema de fraude de US$ 8 bilhões em produtos financeiros, por possíveis operações de lavagem de dinheiro para o Cartel do Golfo do México, informou nesta quinta-feira a rede americana de TV ABC.

Segundo a rede de TV, a polícia mexicana tem em seu poder um dos aviões de Stanford, no qual encontrou cheques aparentemente vinculados ao cartel. Todos os negócios de Stanford estão congelados por ordem judicial, após a SEC (Securities and Exchange Commission, o órgão regulador do mercado financeiro americano) acusar o milionário de dirigir o esquema de fraude.

A SEC tinha preparado o caso contra Stanford há algum tempo, mas não tomou medidas a pedido do FBI, que realizava uma operação encoberta para descobrir seus possíveis vínculos com o narcotráfico, segundo fontes ouvidas pela rede de TV. Nesta semana, no entanto, o milionário texano movimentou grandes somas de dinheiro de suas contas, o que precipitou a ação da SEC.

Segundo a imprensa americana, Stanford ordenou a retirada de mais de US$ 170 milhões. Dois ex-funcionários do acusado também revelaram a fraude financeira realizada por Stanford, informou a ABC.

Agentes do FBI ocuparam os escritórios de Stanford em Houston (Texas) na terça-feira (17), enquanto apresentava as acusações contra ele diante do juiz Reed O'Connor. O paradeiro de Stanford, no entanto, é desconhecido.

Enquanto isto, os clientes de suas entidades financeiras na América Latina fazem fila para tirar seu dinheiro.

O escândalo atingiu também o Congresso dos EUA, pois Stanford deu US$ 8 milhões em doações eleitorais para políticos, que agora se apressam a devolvê-los ou doá-los para instituições de caridade, informou a ABC -entre os beneficiados estariam John McCain, o candidato republicano nas últimas eleições presidenciais americanas, e os senadores democratas Christopher Dodd e Charles Schumer.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 235 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal