Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS



Promoção BLACK WEEK. Até o dia 02/12 valor promocional para o Treinamento sobre Fraudes Crédito e Comércio ! CLIQUE AQUI.


Acompanhe nosso Twitter

19/02/2009 - Diário do Nordeste Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Deputados cobram do MP resultados das investigações

O Diário do Nordeste mostrou e os deputados resolveram protestar contra a imobilidade das ações instauradas

O deputado Welington Landim (PSB), que denunciou o caso de pesquisas eleitorais fraudulentas ocorridas no período da eleição municipal de 2008, reclamou ontem, na tribuna da Assembléia Legislativa, o fato de o Ministério Público (MP) não ter resultado e nem notícia dos processos abertos para investigação das possíveis pesquisas eleitorais falsas, conforme noticiou o Diário do Nordeste na edição da última segunda-feira.

Vários casos de pesquisas eleitorais supostamente fraudadas foram relatados pelos parlamentares após o término do processo eleitoral, como lembrou Landim, recordando de uma gravação apresentada pelo deputado Artur Bruno (PT), onde uma pessoa se passando por candidato encomendava uma pesquisa para favorecê-lo. “Cumprimos a nossa parte quando citamos esses institutos de negociata, mas não vemos nada de efetivo. Por quê? Porque os promotores estão dizendo que não podem agir”.

O parlamentar destacou que, na época, foi entregue um documento à procuradora-geral de Justiça do Estado, Socorro França, pedindo a investigação desses falsos institutos de pesquisa, o qual afirma que a procuradora prometeu agilidade. “Agora essa matéria com a doutora Nilce Cunha (procuradora Regional Eleitoral) aponta para que vai ficar por isso mesmo”, reclama.

Repetição

Segundo Landim, se nada for feito com relação a essas falsas pesquisas, a tendência é que a prática se torne mais presente nas próximas eleições, por não haver investigação e punição para os institutos em questão.

“Na próxima eleição vamos ver a criação de dezenas de institutos de fundo de quintal mostrando resultados de pesquisas. Panfletos sendo lançados de avião de porta em porta criando na população mais pobre o sentimento de que a eleição já foi ganha por determinado candidato. Isso desanima, não ter resultado dessa investigação, dá vontade de nem vir mais para cá (Assembléia)”.

Segundo Landim, a Assembléia cumpriu o seu papel denunciando os casos de pesquisas fraudulentas e provocando o Ministério Público a investigar os casos. “Já não legislamos sobre quase nada, quando denunciamos, que é um papel do parlamentar, vai percebendo que nada acontece?”.

Em seu discurso, Welington Landim foi aparteado por vários parlamentares, que se solidarizam ao seu pronunciamento e cobraram explicação do Ministério Público.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 162 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal