Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

16/02/2009 - Agência Financeira Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Madoff: como descobrir se foi afectado indirectamente

Pequenos investidores podem ter adquirido produtos que, por sua vez, tenham adquirido fundos no «Bernard L. Madoff Investment»

Os investidores que sofreram perdas com o colapso da Madoff Investment têm até 4 de Março para reclamar, alertaram esta segunda-feira os reguladores do mercado, que dão indicações, também para quem suspeite ter sofrido perdas indirectas, sobre o que fazer.

Os créditos têm de ser reclamados à entidade liquidatária do fundo pelos investidores ou pelos intermediários financeiros que actuam em representação de investidores, recorda o Comité das Autoridades de Regulamentação dos Mercados Europeus de Valores Mobiliários (CESR), num comunicado divulgado pela CMVM.

No caso português, ascendem a 76 milhões de euros os investimentos expostos às sociedades gestoras de fundos de investimento e de carteiras individuais portuguesas a produtos da Madoff Investment, segundo os dados recolhidos pela Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) em Dezembro, quando se conheceu a fraude do gestor norte-americano.

O CESR aconselha os intermediários financeiros a contactarem os seus clientes e publica indicações sobre os passos que devem dar os investidores clientes directos, os investidores afectados indirectamente e até aqueles «pequenos investidores que suspeitem ter sofrido perdas indirectamente».

As perdas de investimento podem derivar de várias situações, sublinha o CESR, como por exemplo investimento em fundos cujos depositários tenham um acordo de sub-custódia com a Bernard Madoff Investment Securities LLC e investimento em fundos subordinados [ou seja fundos compostos por pequenas parcelas de outros produtos financeiros deste tipo ou com aplicações em outros fundos] que tenham investido no Bernard L. Madoff Investment.

Toda essa informação sobre os passos a dar, a documentação, desde o formulário de queixas a instruções sobre preenchimento, recomendações e contactos para tentar recuperar os investimentos podem ser obtidos a partir do site da CCMVM.

Da lista de contactos faz parte, em Portugal, o gabinete do investidor e mediação da CMVM, dirigido por António Gageiro.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 225 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal