Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

11/02/2009 - Diário de Natal Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Transpasse quer inibir falso estudante


O grande número de carteiras de estudantes falsas que circulam pela cidade levou a Associação das Empresas de Transporte Intermunicipal de Passageiros do RN, Transpasse a tomar uma providência. Para inibir a proliferação das carteiras, desde segunda-feira passada, a Associação suspendeu o recebimento de declarações emitidas pelas instituições de ensino. Essa ferramenta era usada para comprovar o vínculo dos estudantes com a instituição e beneficiá-lo com a meia passagem. A Associação está investigando os casos de fraudes, mas garante que os alunos devidamente matriculados não ficarão prejudicados.

De acordo com o diretor executivo da Transpasse, Rogério Davi, no início de cada ano letivo, as instituições de ensino enviam uma relação com os nomes dos estudantes matriculados. ‘‘Para circular nos transportes intermunicipais, os estudantes precisam de uma declaração que é emitida pelas escolas. No entanto, a gente detectou uma irregularidade, pois os nomes que estão nas declarações não batem com os da lista enviada pela escola’’, afirmou.

Rogério ainda disse que essa falsificação pode partir tanto de funcionários das instituições de ensino ou de pessoas que copiam as declarações de colegas. ‘‘A coisa mais fácil do mundo hoje é tirar uma cópia de um documento e adulterar. É muito simples escanear uma declaração’’, afirmou o diretor que continuou: ‘‘Existem ações na polícia que estão em processo de investigação, no qual há suspeitas de que pessoas que fazem parte dos quadros da escola podem ter forjado essas declarações’’, concluiu.

Para evitar que esse tipo de problema ocorra, a Transpasse, deverá receber a listagem dos alunos matriculados para esse ano e a cada três meses, as instituições de ensino devem enviar a lista de frequência. No caso dos cursinhos particulares, onde os alunos não assinam listas, a direção da instituição deve passar para a Associação uma lista atualizada mensalmente, quando os alunos pagarem a mensalidade.

O diretor da Associação garantiu que os estudantes que estão devidamente matriculados não precisam se preocupar pois não vão ser prejudicados. ‘‘Os únicos que merecem punição são os falsos estudantes, que não podem ter os mesmos benefícios dos outros’’, disse.

De acordo com Rogério, a Transpasse está acionando órgãos competentes de shows e de eventos esportivos para montar um grande banco de dados com os nomes dos estudantes. ‘‘Estou chamando também a Federação das Entidades Estudantis para conversar, pois se existe o falso estudante é porque existe uma entidade que permite isso’’, declarou.

Rogério ainda afirmou que está sendo montada uma equipe para fiscalização. ‘‘A gente está enviando agentes da empresa para acelerar os processos. As escolas que, por algum motivo, atrasarem o envio dessa lista de alunos, receberá um agente para buscar essas informações. Estamos entrando em contato também com a STTU para atuar junto com a gente na fiscalização’’, afirmou.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 228 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal