Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

05/02/2009 - Portal MS Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Sanesul faz arrastão contra fraudes

Fraudadores serão multados e denunciados na delegacia de Polícia Civil. Sanesul vai visitar 50 mil residência em toda a cidade; torneiras estão sendo retiradas de hidrômetros.

A Sanesul de Dourados deu início a um verdadeiro arrastão em bairros de Dourados contra as fraudes em hidrômetros. De acordo com o diretor da empresa, Odilon Azambuja, em 90 dias de ação na região do Parque das Nações I e II e Vila São Brás, foram realizadas 15 mil visitas. Destas, a Sanesul constatou 500 fraudes; 137 reincidências e mais de 20 boletins de ocorrências na delegacia.
A medida, segundo Odilon, tem a função de combater o desperdício, que conforme ele, atinge 50% da água tratada de Dourados. O diretor explica que os principais impactos das fraudes acontece no bolso do consumidor em dia. "Os pagantes acabam tendo que pagar a conta de quem não paga", acrescenta, observando que o racionamento de água em épocas de estiagem também é um problema causado por desperdício.
Odilon disse que uma empresa com contrato de mais de R$ 2 milhões está sendo responsável pelas fiscalizações, que deve ocorrer durante um ano em todos os bairros da cidade. "A Sanesul deve continuar com os trabalhos, adotando como política da empresa a fiscalização permanente e intensificada", anuncia.
Conforme Odilon, a equipe vai até a residência e verifica o hidrômetro. No caso de fraude, o morador é notificado e multado em valores a partir de R$ 260 por delito, além de pagar o valor do aparelho danificado. A Sanesul vai registrar ainda Boletins de Ocorrência contra os reincidentes. Quem acionar a empresa e informar que está irregular não será penalizado.
Outra medida da empresa para evitar fraudes é retirar todas as torneiras instaladas nos hidrômetros. "Elas facilitam o acesso ao medidor", acrescenta, observando que os principais crimes observados até o momento são aqueles provocados por furos no plástico do HD para paralisar o medidor e o Bay-Pass, que é inserir um pedaço de arame que desvia o curso da água, que acaba não sendo medido.
Odilon anuncia que a sanesul está com duas frentes de trabalho ampliando a rede de água e substituindo o material de amianto por PVC, atendendo as novas legislações. Ele disse ainda que nos próximos seis meses o trabalhos já iniciam no centro de Dourados, onde todo o material antigo será trocado. Em toda a cidade, mais de 50 mil residências serão visitadas. Denúncias poderão ser feitas pelo telefone 115. Dourados é a primeira cidade a implementar a operação em Mato Grosso do Sul.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 164 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal