Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

05/02/2009 - paraiba.com.br Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Presa dupla acusada de golpe contra funcionários públicos


Um casal acusado de aplicar um golpe avaliado em cerca de R$ 800 mil contra funcionários públicos estaduais ativos e inativos e aposentados do INSS em todo o país, foi preso em flagrante na tarde desta terça-feira na rua Floriano Peixoto na cidade de Campina Grande. Além do dinheiro referente ao empréstimo, a dupla também recebia a comissão dada pela instituição bancária.

Dubla Selenaldo Cosme Melo, 42 anos e Vera Lúcia Pereira de Lima, 34 anos, estavam um veículo Astra de cor Cinza e placas MXL-9803-RN se preparando para aplicar golpe quando foram presos por agentes civis da Delegacia de Vigilância Geral, DVG, de Campina Grande.

Com eles, os policiais encontraram várias fotos e documentos das possíveis vítimas da dupla. As investigações para prender os golpistas vinham sendo realizadas há vários dias pelos sargentos Nunes e Viegas e pelo soldado Valdir do Serviço de Inteligência do Comando Geral da PM, em João Pessoa.

O tenente-coronel de Djalma de Lima Soares, chefe do serviço de Inteligência do Comando Geral da PM, em João Pessoa, explicou que na tarde desta terça-feira, a polícia recebeu informações de que a dupla estava se preparando para agir em Campina Grande.

Essa informação foi repassada aos policiais da Delegacia de Vigilância Geral e a dupla acabou sendo presa. De acordo com a polícia, os golpistas tinham acesso aos dados dos funcionários estaduais e aposentados do INSS pela internet e com os números das identidades e CPF'S montavam os documentos e com procurações falsas, faziam empréstimos bancários junto aos bancos credenciados para tal fim.

Durante as investigações a polícia tomou conhecimento de que os acusados tentaram comprar por R$ 10 mil uma lista com os nomes das pessoas que tinham direito a empréstimo bancário, mas a funcionária da unidade bancária desconfiou e levou o caso ao conhecimento da polícia.

Para dificultar as investigações policiais, segundo a policia, os golpistas, quando tiravam as carteiras de identidade das vítimas, mudavam o nome do Estado de onde elas residiam. Alguns empréstimos iram ser descontados das vítimas a partir do próximo dia 6.

Entre as unidades financeiras que foram vítimas dos golpistas estão os Bancos BMC, BMG e o Cruzeiro do Sul. O delegado de Vigilância Geral de Campina Grade, Wagner Dorta explicou que a dupla será autuada em flagrante por estelionato, falsificação de documentos públicos e formação de quadrilha, já que outras três pessoas acusadas de participarem do golpe já foram identificadas e estão sendo procuradas pela polícia.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 202 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal