Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

04/02/2009 - cidadeverde.com Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Documentos de mortos eram usados para fraudar o INSS

Por: Fábio Lima

Presos hoje, estelionatário ia faturar R$ 3 mil com golpe e pagaria R$ 50 para aposentada.

Após a prisão de uma idosa e um suposto estelionatário na manhã desta quarta-feira (4), na agência do Banco do Brasil do Jockey Club, zona leste, a Delegacia do Idoso descobriu que pelo menos metade dos documentos apreendidos em poder de Maria Teresa Alves da Silva, 77 anos, usavam nomes de pessoas mortas. O caso já pode ser levado para a Polícia Federal no Piauí.

Maria Teresa veio de Caxias/MA, de onde era também um dos falecidos que teve seu nome usado indevidamente. Das três carteiras de trabalho em poder da idosa, que tentava sacar benefícios do INSS, duas usavam nomes de mortos. Com ajuda da Polícia Federal em Caxias, a Delegacia do Idoso de Teresina já investiga se o nome em outra carteira de trabalho e em uma carteira de identidade seguiram o mesmo procedimento no crime.

De acordo com o delegado Marllos Sampaio (foto), os documentos apenas apresentavam a fotos da idosa no lugar do dono original. O inquérito, que deve ser concluído em no máximo 10 dias, poderá ser encaminhado para a Polícia Federal do Piauí caso encontre indícios de que somente pessoas mortas foram usadas no crime.

Teresa, que deve passar a noite na Penitenciária Feminina, iria ganhar R$ 50 no golpe, enquanto Carlos, já procurado por estelionato no Maranhão e preso pela PF daquele Estado há dois anos, iria levar R$ 3 mil.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 200 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal