Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

04/02/2009 - Rádio Renascença Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Correia de Campos admite fraudes no sector

O ex-ministro da Saúde do Governo de José Sócrates admitiu hoje a existência de "excessos" e de "fraudes" no sector, mas considera-as "perfeitamente normais".

Correia de Campos, substituído há um ano pela pediatra Ana Jorge na pasta da Saúde, mostra-se mais crente do que nunca no Sistema Nacional de Saúde (SNS), criado há 30 anos, mas diz que é "sempre possível haver aqui e ali excessos, exageros, uma ou outra fraude".

"Que haja dois, três, cinco por cento de fraudes no Serviço Nacional de Saúde é perfeitamente natural", afirmou em entrevista à agência Lusa, atribuindo a sua origem à “organização humana”.

"Em todas as grandes organizações há sempre ovelhas escuras, ranhosas, ovelhas negras", disse.

O antigo ministro mostrou-se também "convicto das virtudes da transformação dos hospitais em Empresas Públicas Empresariais", considerando que se trata de “uma linha absolutamente lógica, que tem naturalmente os seus riscos, como todas as reformas".

Recentemente, a sua sucessora, Ana Jorge, sustentou que o principal problema do sector é "organizacional" e que as causas estão nos "administradores e directores de serviço hospitalares".

Correia de Campos não comenta o desempenho da sua sucessora, mas considera que esta está a dar continuidade, “e muito bem”, a algumas das reformas que protagonizou.

O ex-ministro elege como as medidas mais emblemáticas da sua passagem de três anos pelo actual Governo a reforma dos cuidados de saúde primários, a criação dos cuidados continuados e a saúde oral.

Nenhuma destas gerou polémica, ao contrário da concentração dos blocos de parto e da reestruturação dos serviços de urgência.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 202 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal