Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

02/02/2009 - Rádio Progresso Ijuí Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Golpe de estelionato em nome da Brigada Militar na região


Mais um golpe foi dado em nome da Brigada Militar. Leandro Pinheiro da Silva compareceu ontem no plantão do Segundo Distrito Policial e registrou que no último dia 21 esteve na empresa onde trabalha, Metalurgia Pinheiro, no bairro Elizabeth, um homem que se dizia representante de um jornal da Brigada Militar de Porto Alegre.

O golpista solicitou ajuda financeira e em troca seriam colocados anúncios da metalúrgica no jornal. Leandro Pinheiro da Silva disse que entregou 150 reais em dinheiro, além de dois cheques do Sicredi, cada um preenchido no valor de 200 reais. Após, ele compareceu na sede da Polícia Militar de Ijuí e ficou sabendo que nenhum policial está autorizado a obter contribuição financeira em nome da corporação. Leandro ainda recebeu um comprovante da doação do dinheiro.

Sexta-feira a Brigada Militar de Jóia prendeu um homem também suspeito de estelionato. Frederico Morlin da Silva se identificava como sendo funcionário do jornal “Correio” Brigadiano” e solicitava dinheiro de empresários em troca de divulgação das marcas das empresas no jornal. Frederico Morlin da Silva foi ouvido na Polícia Civil de Jóia e liberado, porém vai responder por estelionato.

Em função dos golpes envolvendo o nome da Brigada Militar, o comandante do Vigésimo Nono Batalhão da Polícia Militar de Ijuí, major Tomás Jacson Trindade Lopes, divulgou uma nota esclarecendo que o jornal “Correio Brigadiano” é independente, portanto, de propriedade particular e nada tem a ver com a instituição Brigada Militar, embora o informativo divulgue fatos relativos à corporação.

Segundo Tomás Jacson Trindade Lopes, o mesmo vale para qualquer outro jornal ou revista que utilize o nome da Polícia Militar gaúcha. A nota ainda destaca que qualquer pessoa que vende espaço publicitário em jornais e revistas que circulam no âmbito da Brigada Militar não são ligados à corporação.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 742 vezes




Comentários


Autor e data do comentário: Frederico Morlin - 01/06/2015 19:12

A notícia acima não passa de um enorme sofisma que tem como objetivo denegrir minha imagem. Nunca Estive preso ou mesmo respondo a qualquer tipo de ação criminal. Qualquer pessoa se cadastra nesse site mente nome endereço de e-mail e publica inverdades. Caros administradores vcs deveriam verificar a veracidade de suas publicações. Como membro da Ordem dos Advogados do Brasil, tomarei as medidas cabíveis, grato.



O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal