Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

31/01/2009 - Imirante.com / Estado do Maranhão Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Presa dupla que fraudava documentos


IMPERATRIZ - Policiais do Serviço Velado da Polícia Militar prenderam ontem, no início da tarde, as paraenses Lidiane de Carvalho Ribeiro, 28 anos, e Gilvaneth Nunes da Silva Valentins, 39 anos. As duas, naturais de Marabá, residiam atualmente em Conceição do Araguaia. Elas estavam em Imperatriz há algum tempo, praticando fraudes.

Lidiane de Carvalho foi presa quando se encontrava na fila da agência do Bradesco em Entroncamento, em Imperatriz, onde receberia R$ 20 mil de um empréstimo feito usando o nome da médica perita do Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS), agência de Imperatriz, Ana Lúcia Dias Pinheiro. Quanto a Gilvaneth Nunes, ela estava no Hotel Tropical, onde a dupla estava hospedada. Ela usava um documento falso em nome da também médica do INSS de Imperatriz, Cláudia Batista Pilar. Outros funcionários do instituto local foram alvos das estelionatárias.

Além de documentos de identidade com os nomes das médicas, mas com as fotos das duas acusadas, os policiais apreenderam vários cartões de crédito, comprovantes de depósitos bancários, contracheques, cartões telefônicos entre outros, todos em nome de pessoas diferentes. Segundo o delegado Jefrey de Paula Furtado, as acusadas fizeram financiamentos em nomes de outras pessoas no BMG, Finasa e Caixa Econômica Federal (CEF). O valor do golpe ultrapassa R$ 47 mil.

Jefrey Furtado informou que, além das médicas, as mulheres fraudaram documentos de outros três funcionários do órgão. O delegado informou que vai realizar as investigações para descobrir como elas conseguiram chegar aos documentos desses funcionários. Há suspeita de que a dupla pertença a uma quadrilha interestadual especializada em fraudar documentos, com ramificações em Imperatriz.

As duas mulheres foram autuadas em flagrante delito por crime de estelionato e de falsificação de documentos. Ainda ontem, as duas seriam transferidas da delegacia regional de Polícia Civil para a Central de Custódia de Presos de Justiça (CCPJ), onde ficarão à disposição da Justiça.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 409 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal