Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

31/01/2009 - Diário do Nordeste Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Defraudações investiga novo golpe financeiro

Por: Emerson Rodrigues

Golpistas usam documentos ´frios´ para obter empréstimos consignados e abrir contas bancárias.

Uma quadrilha interestadual de estelionatários, especializada em aplicar golpes contra instituições financeiras e cidadãos, principalmente na utilização de empréstimos consignados e saques bancários, está sendo desarticulada pela Delegacia de Defraudações e Falsificações (DDF). Até agora, duas pessoas já foram presas em menos de uma semana e a Polícia trabalha para identificar e prender o chefe da bando.

De acordo com o delegado Jaime Paula Pessoa Linhares, titular da Delegacia de Defraudações e Falsificações (DDF), o trabalho de investigação tem sido realizado em parceria com as instituições financeiras no sentido de identificar as fraudes e prender os criminosos. A última pessoa a ser presa foi Alyson de Assis Leite, 24.

O segurança patrimonial Alyson é natural da Paraíba, mas estava radicado em Brasília antes de chegar a Fortaleza. Ele foi detido, na última quinta-feira (29), na Rua Ana Bilhar, no momento em que recebia cartões e talões de cheques de duas agências bancárias.

Conforme o delegado, nos cadastros feitos nos bancos, ele fornecia um endereço, que não era o dele, e passou a acompanhar as entregas dos Correios no endereço.

Jaime Linhares conta que anteontem, quando Alyson perguntou ao carteiro pelas correspondências de Fabiano Alves de Oliveira, seu nome falso, acabou preso pelos inspetores da DDF, que já estavam, há dias, no seu encalço.

No último dia 23, outro acusado de pertencer ao mesmo grupo foi detido, em Fortaleza. No momento da prisão, o paranaense Silvio Fontes Kroetz, 25, estava com três carteiras de identidades falsas com a sua fotografia e um nome diferente em cada uma delas, além de cartões de crédito, dezenas de folhas de cheques e comprovantes de renda falsificados.

De acordo com Jaime Paula Pessoa Linhares, a estratégia do grupo é sempre a mesma. Abrir contas em nomes de ´laranjas´ em vários bancos para efetuar saques, realizar empréstimos consignados, fazer compras utilizando cartões de créditos emitidos pelas instituições financeiras e sacar todo o valor dos créditos especiais.

Os acusados já vêm de outros estados, principalmente de Brasília, com um ‘kit’ pronto, com todos os documentos falsos, para começar a aplicar os golpes. Em apenas uma conta aberta, os estelionatários conseguem obter aproximadamente R$ 100 mil.

O grupo é altamente organizado com ramificações na Capital Federal. “A amplitude dos golpes ainda não foi totalmente determinada”, afirma Jaime Linhares, mas o delegado ressalta que as investigações da DDF, apontam para uma extensão de fraudes muito grande.

A dimensão pode ser percebida, salienta Linhares, ao observar as instituições bancárias atingidas e também os órgãos federais envolvidos, no que diz respeito aos comprovantes de rendas encontrados em poder dos acusados presos.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 497 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal