Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

30/01/2009 - JC Online Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Acusados de falsificar documentos são presos na Mata Norte


Policiais civis da Delegacia de Vicência, Mata Norte de Pernambuco, desarticularam, ontem à tarde, parte de uma quadrilha especializada em falsificar documentos e contrair empréstimos bancários em nomes de outras pessoas. Três homens foram presos acusados de fazer parte do bando, que possui ramificações, além de Pernambuco, no Rio Grande do Norte, Paraíba, Bahia, Alagoas, Rio de Janeiro e São Paulo. Segundo informações da polícia, a suspeita é que a quadrilha tenha conseguido roubar mais de R$ 300 mil em um ano.

O primeiro a ser preso foi o idoso Geraldo Mariano da Silva, 70. De posse de uma identidade falsa, ele foi ao Banco de Brasil de Vicência para tentar um empréstimo de R$ 2,2 mil. Nervoso, acabou despertando a atenção do gerente, que acionou a polícia.

“Fomos ao local e encontramos o acusado com várias identidades falsas, com a foto dele, mas o nome de outra pessoa. Depois de detido, ele nos disse que outros dois integrantes da quadrilha estavam hospedados em um hotel em Nazaré da Mata (também na Mata Norte). Nos deslocamos até lá e encontramos os outros dois acusados”, explicou o delegado Marcos Roberto, titular da Delegacia de Vicência.

José Jorge Lemos, 46, e Hugo Gustavo Amorim de Macedo, 34, este considerado o chefe da quadrilha, estavam no hotel de posse de cem identidades falsas, cem cédulas de identidade em branco, que seriam utilizadas para confeccionar novos registros falsos, dois notebooks e um pen drive com centenas de nomes e dados pessoais de várias pessoas. “Acreditamos que a lista é de vítimas que foram ou seriam lesadas pela quadrilha”, completou o delegado.

O grupo conseguia os dados das vítimas através de funcionários que trabalham em instituições financeiras próprias para empréstimo bancário. “Por isso acreditamos que a quadrilha tinha uma ramificação muito grande, formada, inclusive, por funcionários de instituições bancárias que possuem dados cadastrais de pessoas que adquirem empréstimos”, explicou o comissário Rilton de França Lima.

O caso continuará sendo investigado pela Delegacia de Vicência. O trio foi autuado em flagrante por estelionato, falsificação de documento e formação de quadrilha. Todos foram encaminhados ao Presídio de Limoeiro, no Agreste do Estado.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 396 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal