Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

29/01/2009 - Jornal Pequeno Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Usuários não vão ser indiciados por golpe do vale-transporte

Por: SAULO MACLEAN


Mais de 20 proprietários de cartões de vale-transporte, envolvidos no "esquema fraudulento" de compras de créditos por parte da Empresa Gonçalves, já foram ouvidos até o momento pela Delegacia Especial de Investigações Criminais (Deic). A informação foi dada ontem pelo titular da especializada, o delegado Ronilson Moura, que, praticamente, também descartou a possibilidade dos mesmos serem indiciados.

Segundo a análise do delegado, que ainda investiga o perfil de cada um dos usuários listados na "fraude". "Praticamente todos os donos de cartões são oriundos de situação financeira baixa, o que os caracteriza como meras vítimas do processo de agiotagem", explicou o titular da Deic, referindo-se ao pivô do crime, o metalúrgico Roberval Campos Carvalho.

Em entrevista ao Jornal Pequeno, o delegado Ronilson Moura também divulgou a progressão mensal de toda a movimentação feita por Roberval Carvalho, entre os meses de agosto e dezembro de 2008. Conforme os dados da própria planilha do metalúrgico, os rendimentos do primeiro mês chegaram a pouco mais que R$ 700.

No final de setembro, porém, os lucros já alcançavam cerca de R$ 10 mil. Em outubro, quase R$ 45 mil; até chegar aos R$ 58 mil, quando a prática dos golpistas foi interceptada pela polícia.

"Ainda bem que esta ação foi desfeita a tempo, pois o mais prejudicado nisso tudo foi, e continuaria sendo, a própria população. Se a moda pega, daqui a alguns dias não teria mais nenhum ônibus circulando na cidade. Todos estariam estacionados em seus pontos-finais, deixando de cumprir o serviço para funcionar apenas como 'bancos'", criticou Moura.

Na última segunda-feira, 26, o titular da Deic emitiu um ofício extraordinário à Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (SMTT), solicitando à mesma que envie, até o próximo dia 2 (segunda-feira), um técnico experiente - responsável pelo controle de créditos de cartões de vale-transportes-, para que o mesmo apresente relatórios de entradas tarifárias da empresa envolvida. A intenção da polícia, segundo o conteúdo do documento (que por sinal ainda não teve sua solicitação atendida), é mapear a movimentação de créditos nos últimos 12 meses da empresa Gonçalves. A apreciação desses demonstrativos dará suporte para que a especializada diagnostique se houve ou não descaso/irregularidades na fiscalização do serviço.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 177 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal