Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

16/01/2009 - Diário do Pará Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Caiu no golpe: jogador é enganado por falso diretor


BELÉM (PA) - O jogador de futebol José Jadson dos Santos, de 22 anos, foi vítima de um golpista do meio esportivo. Ele mora em João Pessoa, capital da Paraíba, e recebeu o convite de um homem que se apresentou como Rone Santana, diretor de futebol da Tuna Luso, para participar de uma seletiva. O melhor jogador seria escolhido para atuar no time em Belém. Outros 100 garotos da capital nordestina participaram da “seleção”, pagando uma taxa de R$ 10, cobrada pelo suposto diretor da Tuna. Depois de cinco dias de treinos, realizados em um campo de futebol da prefeitura local, José foi o grande escolhido.

Ele recebeu do impostor, no dia 9 de janeiro, uma passagem de ônibus para Belém, a quantia de R$ 100 para alimentação e dois números de telefones, que José deveria ligar assim que chegasse na cidade, na última terçafeira (13). Ainda no terminal rodoviário, José ligou para os números, mas descobriu que o telefone fixo não existe e no celular uma mulher atende e informa que não conhece nenhum Rone. O homem teria voltado para Belém, ainda no dia 9, dizendo que ia resolver alguns problemas.

“Me senti um dos piores. É uma péssima sensação ser enganado. Fiquei empolgado com a oportunidade de jogar aqui e se tivesse visto antes os números via que era mentira”, disse. José passou a madrugada acordado no terminal rodoviário com medo de ser assaltado, sem conhecer ninguém na cidade e com pouco dinheiro. Na manhã de quarta-feira (14), foi até o clube da Tuna saber do tal diretor de futebol e foi informado que o homem não existia. A direção do clube ficou sensibilizada com a história do garoto e lhe ofereceu alimentação e o hospedou no Albergue Domingos Zahluth, no centro de Belém.

Ele já atuou como meia atacante profissional nos times Bahia, Ceará e Rio Branco. José é órfão e não possui nenhum familiar, morando sozinho em João Pessoa. “Se existem, eu não os conheço”. Depois do seu sonho de se tornar um jogador de futebol em Belém ter acabado, José pede uma passagem de volta para a sua terra ou alguma oportunidade de fazer um teste em algum time paraense. José está hospedado no Albergue Domingos Zahluth, n° 101, entre Joaquim Távora e rua Cintra. Bairro da Cidade Velha. Telefone: 3223-0520.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 204 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal