Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

14/01/2009 - Jornal da Cidade de Bauru Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Empresário carioca foi vítima do golpe do ouro

Por: Rita de Cássia Cornélio


Um empresário carioca, que preferiu não ser identificado, também foi vítima das cinco mulheres que no último sábado aplicaram um golpe de R$ 5 mil em um representante comercial de Bauru na cidade de Jaú. As mulheres venderam barras de metal como se fossem ouro.

O fabricante de ração contou ontem que as golpistas estavam no Rio de Janeiro na semana anterior. “Elas me pediram carona, próximo a um posto de combustível. Alegaram que tinham que ir ao Ministério da Fazenda no centro da cidade e que estavam chegando do Mato Grosso.”

No caminho, teriam dito que estavam com barras de ouro a serem vendidas e temiam ser mortas, caso alguém descobrisse que elas portavam o metal precioso. “Elas aplicam muita conversa e não dão tempo para que a gente pense.”

Ele confessa que nem pretendia comprar o ouro, mas que foi levado pela conversa. “Foi um minuto de bobeira de minha parte. A loira me convenceu a comprar as barras. Ela pegou uma e colocou no seio e juntos fomos ao ourives que confirmou ser ouro 24 quilates.”

O golpe, segundo a vítima, consiste apresentar uma barra original e na entrega da compra, coloca outras barras, só que de metal barato. “Eu comprei um quilo por R$ 5 mil. Não era ouro.”

O empresário diz que está rastreando o trajeto das golpistas. “Se elas forem presas pela polícia, estou disposto a viajar até essa região para fazer o reconhecimento. Eu me lembro bem delas. Cheguei a levá-las em casa e até ofereci café a elas.”

O empresário alerta as pessoas para que acionem a polícia, quando cinco mulheres tentarem vender barras de ouro. “São golpista”.

As cinco mulheres fizeram um primeiro contato com o representante comercial de Bauru, na última sexta-feira em um posto de combustível na cidade de Pederneiras, quando elas pediram carona.

As duas senhoras e três jovens contaram a mesma história usada no Rio de Janeiro, que estavam chegando do Mato Grosso e que traziam ouro para venda.

Uma pequena pepita foi apresentada a ele que tratou de procurar um especialista para se certificar. Aquela pepita era de ouro e o representante comercial marcou novo encontro.

No sábado, ele a mulher compraram 800 gramas de metal usado para a confecção de torneiras e perderam R$ 5 mil.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 182 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal