Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

13/01/2009 - TVI Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Oliveira e Costa é suspeito de fraude fiscal e burla

O antigo presidente BPN está preso preventivamente há dois meses.

Oliveira e Costa é suspeito de ter cometido vários crimes como fraude fiscal qualificada, burla qualificada, falsificação e branqueamento de capitais. O antigo presidente do Banco Português de Negócios está preso preventivamente há dois meses e tornou-se no segundo detido a entrar na Assembleia da República.

Tal como a TVI avançou na semana passada em primeira-mão a Justiça ordenou o arresto do património de Oliveira e Costa e da ex-mulher de quem se divorciou no ano passado. Apesar da separação Oliveira e Costa envergava, nesta terça-feira, a aliança de matrimónio.

A uma distância considerável dos jornalistas Oliveira e Costa chegou ao início da tarde à Assembleia da República para ser ouvido pelos deputados. Preso há dois meses preventivamente, o antigo secretário de Estado dos assuntos fiscais de Cavaco Silva é suspeito de fraude fiscal qualificada, burla qualificada, falsificação, branqueamento de capitais, aquisição ilícita de acções e ainda abuso de confiança agravada.

Tal como a TVI noticiou em primeira-mão o Tribunal Cível de Lisboa decretou já uma providência cautelar que exige o arresto dos bens de Oliveira e Costa e ainda os da sua mulher, de quem se divorciou meses antes do escândalo que conduziu à nacionalização do BPN.

Apesar da separação o antigo banqueiro envergava a aliança de matrimónio quando entrou no Parlamento. A alegada gestão danosa de Oliveira e Costa terá gerado perdas superiores a 750 milhões de euros ao Banco Português de Negócios.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 234 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal