Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

16/10/2006 - Corumbá Online / Campo Grande News Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Máfia: repatriar dinheiro exigirá apoio diplomático

Por: Aline dos Santos


A repatriação do dinheiro movimentado pela Máfia do Cigarro, desarticulada na última terça-feira durante a operação Bola de Fogo, da Polícia Federal, deve exigir apoio diplomático. Conforme o juiz federal Odilon de Oliveira, da 3ª vara da Justiça Federal, em geral, a justiça federal faz solicitações por meio diplomáticos para confiscar o dinheiro no exterior.

O juiz bloqueou R$ 420 milhões em 300 contas bancárias de 70 empresas e pessoas acusadas de integrar o esquema de fraude que pode, segundo a Receita Federal, ter movimentado R$ 800 milhões nos últimos cinco anos. Todas as contas são de bancos brasileiros. Na casa de um dos integrantes do esquema em Campo Grande, o empresário Hiran Garcete, os policiais encontraram cheques e ordens de pagamentos de bancos situados no Uruguai, Paraguai, Estados Unidos e Ilhas Cayman (paraíso fiscal situado no Caribe).

Setenta e cinco pessoas acusadas de integrarem a Máfia do Cigarro tiveram a prisão prorrogada. “O período para a apuração foi pouco”, salientou o juiz durante entrevista ao Bom Dia MS, da TV Morena. Sobre a descoberta de que policiais federais tiveram suas vidas financeiras e pessoais averiguadas, no intuito de oferecer propinas aos que possuíam dificuldades econômicas, Odilon asseverou que o envolvimento de policiais com o crime não é novidade. “O crime organizado está infiltrado em todos os segmentos da sociedade”. Ele observa que as organizações criminosas estão em expansão por todo o país.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 475 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal