Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

09/01/2009 - Diário de Cuiabá Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Grupo fez derrame de cheques clonados no bairro Pedra 90


A prisão do vendedor Jorge Guilherme Terra Cassiano, de 27 anos, pode levar a Polícia a esclarecer uma série de golpes no comércio do bairro Pedra 90 usando cheques clonados. A prisão ocorreu anteontem à noite, após uma vítima fazer uma consulta e descobrir que o cheque estava irregular. O comerciante ligou para o dono do cheque e este lhe confirmou tê-lo expedido, mas em valor menor.

Com ele, foram apreendidos três cheques em valores pequenos – entre R$ 300 e R$ 400, mas o bando já passou um no valor de R$ 11 mil usado para comprar um automóvel.

Segundo policiais militares do 9º Batalhão, o esquema envolve vários golpistas, ainda não identificados. Foram feitas tantas compras que o bando estava montando uma mercearia na região. “Minha idéia era fazer uma lanchonete e mercearia (usando os produtos comprados)”, explicou Jorge.

Os policiais descobriram que o bando comprava cheques de pequenos comerciantes, geralmente na região do Porto. A partir de um cheque comum, eles clonavam, aproveitando a assinatura e, principalmente, o número. Assim preenchiam um valor maior. Em seguida, faziam compras a prazo.

Até agora, quatro estabelecimentos comerciais foram vítimas dos golpistas, mas o número poderá ser maior, pois a quadrilha estava agindo na Grande Cuiabá há vários meses.

Na Delegacia do Complexo do Coxipó, Jorge confirmou ter participado do golpe, mas não forneceu detalhes de como falsificou os cheques e as duas carteiras de identidades apreendidas com ele, usadas para a prática do golpe. “Recebo tudo pronto. Claro que tem mais pessoas envolvidas, mas não posso falar sobre isso”, frisou.

Com a prisão de Jorge, os policiais tentam identificar os demais integrantes do bando que estão em liberdade. O responsável pela emissão do cheque no valor de R$ 11 mil seria uma mulher. (AR)

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 187 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal