Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

08/01/2009 - INFO Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

10 dicas para proteger computadores novos

Por: Guilherme Pavarin


SÃO PAULO – Apesar da queda mundial de vendas de PCs no quarto trimestre deste ano devido à crise, o número de máquinas adquiridas no Brasil ficou acima da média.

A McAfee divulgou uma dezena de dicas para proteger as novas peças, a fim de precaver os usuários brasileiros contra prejuízos financeiros e morais. Veja a lista editada logo abaixo.

1 – Use um software com antivírus, firewall bidirecional, anti-spyware e anti-phishing

Esses são os recursos mínimos que a solução de segurança deve possuir. Lembrando que o software antivírus não deve ser usado isoladamente, sem um firewall pessoal. Anti-spam, proteção de rede wireless e controle de conteúdo para os pais também são importantes para reduzir os riscos.

2- Confira se a atualização da solução de segurança roda manual ou automaticamente

As atualizações diárias são necessárias para barrar os novos cavalos de tróia, vírus, spywares e outros malwares. É importante que o software esteja programado para buscar modernizações de maneira automática, evitando que o usuário esqueça de conferir e deixe a máquina vulnerável. Ao comprar o computador, muitos usam a versão temporária de algum pacote de segurança e não adquirem a licença após o período de testes. É fundamental que o dono do computador substitua por outro ou compre a licença antes que ela expire.

3- Seja cauteloso com emails

Mesmo que sua máquina esteja protegida, a dos seus contatos podem estar vulneráveis, então, todo tipo de informação passada a eles devem ser pensadas com antecedência. Nunca envie informações de contas bancárias, cartões e dados particulares. E, em hipótese alguma, abra mensagens de pessoas desconhecidas e títulos suspeitos, tampouco clique ou faça downloads de links não solicitados.

4 – Cuidado com fraudes eletrônicas e sites falsos

As chamadas ameaças de “phishing” utilizam dados falsos, como correios eletrônicos e sites fantasmas, para se passar por pessoas ou instituições conhecidas. Nesta semana, por exemplo, um malware fazia com que uma página inicial idêntica ao Twitter surgisse por emails ou mensageiros instantâneos, a fim de arrecadas dados das contas dos usuários. É recomendado que seja usada uma tecnologia anti-phishing, que indique quais são URLs confiáveis, ou não. Fique bem atento com os endereços eletrônicos que aparecem na barra de endereços ou no canto esquerdo inferior da tela, antes de clicar e/ou enviar informações.

5 – Observe as atividades online de seus filhos e oriente a família

A McAfee recomenda que o computador seja colocado numa área comum da casa, em que todos tenham acesso. Repasse a importância da privacidade e do perigo de enviar informações residenciais, financeiras e pessoais a outros.

6 – Use sempre senhas seguras e incomuns

Senhas que alternam maiúsculas com minúsculas, números, caracteres especiais diminuem os riscos. Jamais adote a mesma palavra-chave ou senha para diferentes contas de emails ou cadastros na internet. Exemplo de senha segura: Go1dM!n3.

7 – Só faça compras online em sites 100% confiáveis

Pode parecer bem chato, mas é necessário que o internauta leia a política de privacidade e segurança da loja virtual. Use uma ferramenta segura que bloqueie a aparição de sites maliciosos a fim de ganhar cliques enquanto o usuário faça a compra. Novamente, cheque sempre o endereço antes de cada etapa.

8 – Faça cópias de segurança de dados pessoais e confidenciais

Para não arriscar perder todas as informações particulares, certifique de que o backup de todos os dados importantes foi feito, para ser recuperado no futuro.

9 – Muita cautela com os mensageiros instantâneos

Ao utilizar ferramentas de conversação como o MSN ou o Google Talk, não envie dados pessoais e não inclua desconhecidos em sua lista pessoal.

10 – Proteja-se antes de se divertir com os games

O principal alvo dos desenvolvedores de malwares são aqueles que jogam pela internet. Normalmente, eles utilizam cavalos de tróia para roubar senhas. Para não correr nenhum tipo de risco, confira se a solução de segurança também funciona enquanto o aplicativo do jogo está em primeiro plano. As informações pessoais devem ser preservadas ao máximo em conversas entre jogadores.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 362 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal